Conecte-se agora

Médicos afirmam que pacientes vão morrer por falta de exames para outras doenças e denunciam falta de insumos e medicamentos na Fundhacre

Publicado

em

A situação da saúde pública também não está fácil pelas bandas da Fundação Hospitalar. A denúncia vem dos próprios médicos que trabalham no local. De acordo com os relatos, a suspensão de exames de diagnósticos pode fazer com que muitos pacientes morram de outras doenças.

“Vão morrer muito mais pessoas por câncer esse ano com a suspensão de ambulatórios e exames de diagnóstico como EDA, colonoscopia, mamografia, preventivos e outros”, diz um dos médicos que não quer ser identificado.

Um outro questionamento é que por causa do combate ao Covid-19, a situação na unidade de saúde é crítica por causa da falta de insumos e medicamentos. “Não sei pra onde está indo toda essa verba para o tratamento e combate ao corona, pois na Fundação Hospitalar está faltando tudo, não tem EPI adequado, falta insumos, drenos, grampeadores e medicamentos. Estamos cobrindo uma mão e deixando o corpo todo à mostra”, diz o profissional.

Um dos medicamentos que está faltando levantado pelo ac24horas é o ciclofosfamida. A medicação é usada no tratamento do câncer e também de doenças autoimunes como lúpus.

“A gente não pode deixar de atender os doentes graves. Parece que todo mundo esqueceu isso. A situação é muito complicada. O que incomoda a gente é tratar a saúde pública como se não existissem outras doenças”, diz outro médico que atua na Fundação Hospitalar.

O ac24horas entrou em contato com o superintendente da Fundação Hospitalar Argemiro dos Santos que se pronunciou por meio de uma nota, mas não explicou a denúncia da falta de insumos e medicamentos.

Leia:

Nota Pública

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre, por meio da Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre), esclarece que os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) estão sendo fornecidos aos profissionais da unidade de acordo com a necessidade demandada.

Esclarece, ainda, que o atendimento ambulatorial, suspenso em todo território nacional como medida de prevenção ao novo coronavírus, está sendo restabelecido dentro dos critérios do Ministério da Saúde. Sendo assim, o serviço está funcionando de forma reduzida para a segurança de todos.

A Fundhacre trabalha de acordo com as orientações do Conselho Regional de Medicina (CRM) e se coloca à disposição para qualquer outro esclarecimento.

Rio Branco, AC, 15 de maio de 2020.
Argemiro Pereira dos Santos
Presidente da Fundação Hospitalar do Acre

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas