Conecte-se agora

Fariseus e sacolões!

Publicado

em

O Brasil tem uma herança política que se arrasta desde o Brasil colônia, passando pelo império e engrossada pela velha república: O paternalismo, o clientelismo e o compadrio. Vem do patrimonialismo. O político é o bem-feitor, o bonzinho. “O pai dos pobres” como o presidente Getúlio Vargas gostava de ser chamado.

O eleitor está preso ao político pelo favor. Pelo medicamento, pela cirurgia, pela gasolina, pelo emprego, pelo sacolão, a cesta básica (bem básica, por sinal). Instalado no poder, o político recorre aos esquemas para enriquecimento ilícito e vai distribuindo migalhas às custas do erário para os eleitores.

A moda agora é distribuir cestas básicas para os desempregados, os famintos. Não são todos os políticos, mas a maioria. O governador Gladson Cameli e alguns prefeitos, por exemplo, tem a preocupação de fazer de forma institucional, republicana. Entretanto, no interior o que mais se vê é o clientelismo. Quando doa um sacolão o político se sente o próprio Cristo multiplicando e distribuindo pães e peixes. Ele está realmente convencido de que é um sujeito muito bom, piedoso, misericordioso. Muito embora seja um corrupto.

Pois era exatamente o que os fariseus faziam nos dias de Jesus para ganhar fama, aplausos e poder. “Em verdade vos digo que já receberam a recompensa”, sentenciou o mestre judeu. Enquanto as pessoas não saírem da caverna, através da educação, para a luz do conhecimento continuarão escravas da tirania de políticos farisaicos. “Conhecereis a verdade e ela vos libertará”. Distribuir alimentos em tempos de fome é um dever moral (se não for pela misericórdia) e não um favor.

“A vida e a morte estão no poder da língua aquele que bem a utiliza come do seu fruto”. (Salomão, o sábio)

. Este ac24horas vem cumprindo fielmente seu papel social alertando as pessoas para o possível estrangulamento do sistema de saúde, principalmente das UTI’s.

. Pode começar a morrer gente em casa, no carro e nas portas dos hospitais como Belém e Manaus.

. A situação é grave, mas ninguém escuta!

. Colocar um médico recém-formado na Bolívia para entubar pessoas em UTI’s é uma temeridade muito grande.

. É o que dizem os profissionais que atuam no Acre há muito tempo, inclusive os que se formaram na Bolívia e que já tem o CRM.

. Poderiam ir para postos de saúde atendendo pessoas com outros tipos de enfermidades, já que as UPAS estão sobrecarregadas de casos da Covid-19.

. A Prontoclínica poderia muito bem funcionar com um hospital de campanha…

. Em Brasília, os generais da linha de frente do governo foram depor na Polícia Federal e o mundo não se acabou.

. República é república!

. Segundo as imobiliárias, aumentou a procura por chácaras e colônias novamente, as pessoas estão querendo morar no campo em contato com a natureza.

. Fugir dessa pressão louca da cidade!

. É mais fácil o Lhé se abraçar com a bandeira de Israel do que os deputados doarem 50% dos vencimentos;

. Alguns já dividem mesmo!

. O deputado Jenilson Leite (PSB) aderiu ao estilo do seu colega Roberto Duarte: bater sem dó nem pena.

. Bom dia!

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas