Conecte-se agora

Exército define Gleba Afluente como base das ações contra desmate e queimadas no Acre

Publicado

em

O Comando Conjunto Príncipe da Beira, sediado na 17ª Brigada de Infantaria de Selva, situada em Porto Velho, estabeleceu duas bases de operações: na Usina Hidrelétrica de Samuel, em Rondônia, e na Gleba Afluente, no Acre.

Com mais de 150 mil hectares, a Gleba Afluente está localizada entre Manoel Urbano e Feijó, e é uma Unidade de Conservação de uso sustentável e foi repassada da União para o Estado do Acre em 2015, durante a Conferência de Partes (COP) 21, da Organização das Nações Unidas (ONU).

Militares desse Comando Conjunto realizaram missão de reconhecimento aéreo no município de Cujubim, em Rondônia, e se preparam para novas missões.

As ocorrem no âmbito da Operação Verde Brasil 2, que é coordenada pela Vice-Presidência da República em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. A missão deflagrada pelo Governo Federal, em 11 de maio de 2020, visa ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal. A determinação presidencial para emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020, e tem validade para o período de 11 de maio a 10 de junho do corrente ano.

(Com DefesaNet)

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas