Conecte-se agora

Empresários demonstram preocupação com rodízio de veículos

Publicado

em

O Conselho do Jovem Empresário, ligado a Associação Comercial do Acre, divulgou nota nesta sexta-feira, 15, demonstrando preocupação com os efeitos econômicos da crise desencadeada pelo surgimento da Covid-19.

“Em tempos de pandemia, com uma doença ainda misteriosa, que a cada dia vem surgindo novidades, é preciso ter cautela na adoção de políticas públicas, para que não ocasionem efeitos piores aos benefícios, sobretudo quando os benefícios forem duvidosos”, destaca o presidente do Conselho, advogado Marcelo Zamora.

Para o Conjove, a expectativa é que o Governo do Estado do Acre e a Prefeitura de Rio Branco estejam pautados em estudos técnicos na adoção de políticas públicas e que “não utilizem o método da tentativa e erro, sobretudo quanto ao rodízio de veículos determinado nesta quinta-feira, 14.”

A medida do Estado e prefeitura também chegou a ser questionada na última terça-feira, 12, pelo presidente da Acisa, Celestino Bento, enfatizando que o rodízio aumentará os casos de Covid-19.

Para Celestino, a decisão de adotar a medida de rodízio de veículos, acaba fazendo com que deixemos nosso carro em casa e optamos em chamar um Uber ou utilizar o transporte coletivo. “Analisando a situação, me questiono: qual o mais seguro? O veículo de uso próprio, que mantenho os cuidados adequados, ou o de uso coletivo? Acredito que esta mudança, ao invés de reduzir o número de infectados, vai aumentar significativamente”, pontuou.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas