Conecte-se agora

Projeto apresentado no Senado pretende piso para enfermeiros no valor de mais de R$ 7 mil

Publicado

em

Em meio à pandemia da Covid-19, os profissionais da saúde ganharam ainda mais notoriedade por causa do enfrentamento à doença. Tidos como verdadeiros heróis, passaram a receber elogios e homenagens. Inclusive, na última terça-feira, 12, quando foi celebrado o Dia do Enfermeiro.

Agora, um Projeto de Lei propõe mais que homenagem. A ideia é a criação de um piso nacional de diversas categorias da saúde. O projeto de n° 2564 de 2020 que começa a tramitar no Senado foi proposto pelo senador Fabiano Contarato, da Rede do Espírito Santo, que visa instituir o piso salarial nacional do enfermeiro, do técnico de enfermagem, do auxiliar de enfermagem e da parteira.

Os enfermeiros e técnicos de enfermagem em todo o país estão atuando na linha de frente do combate à Covid-19, muitos estão se contaminando, inclusive vindo a óbito, enfrentando diversas dificuldades como a falta de Equipamento de Proteção Individual, sobrecarga de trabalho, distanciamento familiar, entre outros problemas para garantir a saúde e os cuidados aos pacientes nas unidades de saúde de todo o Brasil.

Mas o que boa parte da população não sabe são as discrepâncias com relação aos salários pagos a estes profissionais, alguns estados e municípios pagam salários proporcionais à categoria, já outros pagam valor muito baixo, fazendo com que os mesmo precisem ter mais de um vínculo empregatício para garantir seu sustento.

Em alguns casos principalmente com relação aos recém-formados é comum muitos saírem de suas cidades ou até mesmo estado, em busca de emprego com um salário adequado para a profissão. A aprovação mudaria essa realidade, pois, o projeto apresentado prevê um piso salarial nacional de R$ 7.325 reais para os enfermeiros, R$ R$5.120,50 para o técnico de enfermagem e R$3.657,50 para auxiliar de enfermagem e parteira.

“É importante à aprovação desse projeto de lei porque, não desmerecendo os demais, mas a enfermagem como todo mundo sabe, é a linha de frente nos cuidados diretamente ao paciente, todos da área da saúde são importantes, merecemos essa valorização do piso salarial, é raro um profissional de saúde ter somente um emprego. Muitas vezes possuímos mais de um vínculo empregatício pra poder suprir as necessidades básicas devido à remuneração baixa que recebemos, ficando mais longe da família com desgaste físico e mental. O piso sendo nacional não precisaria de o enfermeiro sair de sua cidade natal para tentar algo melhor em outra cidade, que foi o meu caso. Foi preciso uma pandemia acontecer pra todo mundo perceber o valor que a enfermagem tem”, destaca a enfermeira, Bruna Ferreira que é acreana, mas atualmente reside e trabalha no estado de Rondônia.

A população pode opinar se concorda ou não com o Projeto de Lei. Basta acessar o link:

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=141900

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas