Conecte-se agora

Fies 2020.2: inscrições começam em junho

Publicado

em

Candidatura pode ser realizada por brasileiros que tenham feito alguma edição do Enem a partir de 2010

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) para o segundo semestre de 2020 poderão ser feitas de 30 junho a 3 de julho. Enquanto isso, o Ministério da Educação (MEC) pretende lançar, em breve, o edital para que as instituições de ensino superior possam aderir aos programas e disponibilizar os seus cursos e quantidade de vagas que serão liberadas para o Fies 2020.2. 

Durante esse período, os interessados em financiar o curso de graduação em uma faculdade privada podem consultar as vagas disponíveis e utilizar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para participar do processo seletivo.

A candidatura pode ser realizada por brasileiros que tenham feito alguma edição do Enem a partir de 2010 e obteve uma média igual ou superior a 450 pontos na soma das provas objetivas e nota maior que zero na redação.

Além disso, é preciso ficar atento à renda familiar per capita. Para concorrer na modalidade Fies é de até três salários mínimos. Já para o P-Fies, o teto é de cinco salários mínimos.

Sobre o Fies

O Fies é um programa do governo, de financiamento estudantil, que possibilita o acesso ao ensino superior por meio da nota do Enem. Para isso, o estudante consegue financiar o curso em uma das duas modalidades: com o Fies ou P-Fies. Em ambos, o beneficiado começa a pagar o curso depois que concluí-lo. 

O pagamento é feito em parcelas fixadas em contrato, no momento da adesão ao programa junto com o banco. Todos os semestres os beneficiários precisam fazer a renovação do Fies por meio do aditamento. Esse procedimento deve ser feito pela internet e, caso necessário, o aluno deve comparecer à agência bancária.

Alternativa ao financiamento

Estudantes que não querem pagar mensalidades após concluir o curso, mas que também não têm condições de arcar com o valor da mensalidade integral, podem estudar com uma bolsa de estudo do Educa Mais Brasil. Esse programa é de iniciativa privada e possui parcerias com diversas faculdades, centros universitários e universidades do país para ofertar bolsas de estudo com descontos de até 70%. As inscrições podem ser realizadas em qualquer período do ano, de forma gratuita no site do Educa Mais Brasil, sem precisar apresentar nota do Enem.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas