Conecte-se agora

Com crise da Covid-19, setor de serviços cai 7,9% no Acre

Publicado

em

Em março de 2020, o volume de serviços no Brasil caiu 7,9% em comparação a fevereiro, no Estado do Acre, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE divulgada nesta terça-feira (12).

O resultado do Acre está entre os dez piores do País no período. Rondônia apresentou o melhor desempenho, crescendo 3,1% em março frente a fevereiro. Em um ano, quando se compara março deste ano com igual mês de 2019 Rondônia cresceu 8% no setor de serviços.

“Entre as atividades, os serviços prestados às famílias (-33,4%) exerceram a principal influência negativa, tendo sido fortemente impactados pelas medidas de isolamento social que levaram à interrupção parcial ou total do funcionamento de estabelecimentos como restaurantes e hotéis. O outro recuo veio dos serviços profissionais, administrativos e complementares (-3,4%), explicado, em grande parte, pela perda de receita das empresas de administração de programas de fidelidade; agências de viagens; vigilância e segurança privadas; gestão de ativos intangíveis; e atividades técnicas ligadas à engenharia”, diz o IBGE.

No país, a queda foi de 6,9%, resultado negativo mais intenso desde o início da série histórica (janeiro de 2011). Os impactos observados foram sentidos especialmente no último terço do mês de março, quando começaram as medidas de isolamento social devido à Covid-19. Em fevereiro, o índice havia recuado 1,0% frente ao mês anterior.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas