Conecte-se agora

Profissionais do Acre lamentam falta de piso salarial e déficit na escala de trabalho

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

O Dia Internacional do Enfermeiro é comemorado neste 12 de maio. Embora agradecidos por seus postos de trabalho, cerca de 2.413 enfermeiros inscritos no Conselho Regional de Enfermagem do Acre (Coren/AC) ainda encabeçam uma luta pela conquista de um piso salarial no estado. Diante da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), eles se veem ainda mais envoltos em dificuldades no ambiente de trabalho.

O profissional enfermeiro no Acre, além de protestar por melhores salários, agora mais ainda, pede por amparo na escala de trabalho. Centenas de enfermeiros já tiveram de ser afastados do serviço por fazerem parte do grupo de risco da Covid-19 ou por já estarem contaminados com a doença. “Pedimos mais profissionais na escala e redução na carga horária de trabalho em meio à pandemia”, publicou o Coren.

Ao ac24horas, o presidente da entidade destacou três principais bandeiras do Coren no Acre atualmente a nível nacional: piso salarial, conquista das 30 horas de trabalho e melhores condições nos hospitais públicos. “A sobrecarga de trabalho existe, pois há o déficit de profissionais de enfermagem no momento”, explica Márcio Lima Verde.

Além disso, existe, segundo os profissionais, racionamento dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) dentro das unidades em plena pandemia do coronavírus. “Para termos um salário mais digno, fazemos o extra, tirando plantões, tendo um dois ou até três empregos”, diz o presidente.

Durante a crise imposta pelo vírus, o grande problema encontrado por esses profissionais é falta de recursos humanos e EPIs adequados. “A nível nacional, não temos nem piso salarial, nem nossas 30 horas foi aprovada em Brasília. Um enfermeiro hoje no Acre é contratado 30 horas no estado, e em outros locais por 36 ou até 40 horas. Não é unificado”, ressalta Lima.

O Coren no estado pede à população que, se quiser ajudar os enfermeiros, “continue nos aplaudindo nas janelas. Este carinho nos dá alento e força para sairmos de casa todos os dias”. A cena foi registrada em alguns condomínios de Rio Branco em meio ao pico de contaminação do vírus. “Amamos ser enfermagem, amamos viver a enfermagem, amamos fazer a ciência enfermagem, amamos exercer o cuidado. Que o mundo não esqueça a importância do nosso trabalho”. No próximo dia 20 de maio o Coren comemora o dia dos técnicos e auxiliares de enfermagem.

A Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) se pronunciou nessa segunda-feira, 11, sobre o protesto dos servidores da saúde. O órgão diz reconhecer o déficit de servidores na Unidade de Pronto Atendimento do Segundo Distrito de Rio Branco, mas garante que já está resolvendo a situação chamando profissionais que foram aprovados no processo seletivo vigente. A Sesacre afirma que aguarda o chamamento no Diário Oficial dos próximos dias.

A secretaria diz ainda que está fazendo contratações emergenciais de 3 médicos e 2 técnicos de laboratórios que aconteceram nos últimos dias. O Governo do Estado afirma ter recebido meia tonelada de EPIs, insumos hospitalares e medicamentos nesse mês de abril.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas