Conecte-se agora

Gerlen vê “ilação e politicagem” em suspeitas de corrupção nos recursos da Covid-19

Publicado

em

O artigo 24 do Projeto de lei que terceiriza a saúde permite que o Instituto de Gestão de Saúde do Acre “quarteirizar” o sistema. Pelo menos esse é o entendimento do deputado Jenilson Leite (PSB) , que afirmou que a proposta “vai virar um verdadeiro guarda-chuvas”.

“Esse projeto não salva os servidores do Pró-Saúde, prejudica os efetivos e “quarteiriza” o sistema. É a tríade da maldade”, lamenta o parlamentar.

O líder do governo na Aleac, Gerlen Diniz, rebateu as críticas dizendo que esse não é o momento desse debate. “Não há má vontade de parte do Executivo. Penso que tem de ter mais comprometimento”, disse Diniz.

As críticas à criação ao IGESAC não é política na opinião de Gerlen -mas politicagem. Dirigindo-se a Jenilson Leite, ele disse querer ouvir avaliação do próprio em relação ao PL dos consignados vetado pela prefeita Socorro Neri após aprovação pelos vereadores de Rio Branco. Leite e Neri são do mesmo partido.

Diniz rebateu ponto a ponto as críticas dos deputados oposicionistas. “Na hora que tiver as provas, se tiver prova de corrupção, contem com meu voto para criar uma CPI. Mas ilação”.

A situação da pandemia só não é pior porque os governadores, prefeitos não entraram na onda do governo federal, observou Diniz.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas