Conecte-se agora

“Só irei decretar lockdown quando tiver garantias que será eficaz”, diz Gladson em reunião

Publicado

em

O Acre deverá decretar lockdown apenas quanto tiver condições estruturais adequadas para que a Polícia Militar e o exército atuarem. A afirmação é do governador Gladson Cameli logo após sair de uma reunião em seu gabinete na manhã desta segunda-feira, 11.

“O Lockdown será o último recurso. Até lá vamos iniciar o rodízio de veículos e o fechamento de ruas e avenidas para controlar o fluxo de pessoas”, disse o governador.

Cameli esteve reunido com o secretário de saúde do Estado, Alysson Bestene, e o saúde municipal, Oteniel Almeida. No encontro, ele pediu que as forças do Estado e Rio Branco se unam no intuito de fazer mais a população e reforçou que pediu que Ministério Público e Tribunal de Contas fiscalize todos os contratos firmados no período de pandemia da Covid-19.

“Eu pedi para o Procurador-Geral do Estado chamar todos os poderes para que todos fiquem cientes do que entra e sai dos cofres públicos. Eu não quero que paire dúvidas na cabeça das pessoas quanto a utilização dos recursos. Estamos comprando respiradores e uma série de itens e quero que tudo passe pelo crivo da fiscalização”, pontuou.

Cameli enfatizou que um Diário Oficial extra poderá ser publicado ainda nesta segunda com as regras para rodízio de veículos e fechamento de ruas. “As equipes se reunião agora pela manhã para definir isso e chegar a um consenso. Espero que isso já comece a valer a partir de amanhã”, frisou.

O ac24horas já havia adiantado que o lockdown seria gradual. As medidas seriam implementadas uma a uma até o bloqueio total, caso o governo considere necessário.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas