Conecte-se agora

Pedidos de seguro-desemprego cresceram 12,8% entre março e abril

Publicado

em

O Acre registrou em abril 1.293 pedidos de seguro-desemprego, quase 150 pedidos a mais que em março, quando 1.146 trabalhadores acreanos recorreram ao benefício após perder o emprego. O valor representa 12,8% de crescimento no total de desempregados no Estado entre março e abril.

Março e abril foram períodos críticos para a pandemia do Covid-19 em todo o País. No país, foram contabilizados 2.337.081 pedidos de seguro-desemprego, na modalidade trabalhador formal. O número representa um aumento de 1,3% em comparação com o acumulado no mesmo período de 2019 (2.306.115).

Do total de requerimentos em 2020, 39,3% (918.688) foram realizados pela internet, seja por meio do portal gov.br ou pela Carteira de Trabalho Digital, e 60,7% (1.418.393) foram feitos presencialmente. No mesmo período de 2019, 1,6% dos pedidos (35.830) foram realizados via internet e 98,2% (2.270.285) presencialmente.

Com a suspensão do trabalho presencial nas delegacias do Trabalho, a imensa maioria dos acreanos fez o pedido do seguro-desemprego via web: 98,5% dos requerimentos foram protocolados pela internet em abril.

O desemprego em massa vem sendo alertado pelas lideranças empresariais, que pedem ao governo medidas mais profundas de contenção da crise. O governo diz que tem feito o que pode e que fez a opção por salvar vidas antes da economia.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas