Conecte-se agora

Lockdown no Acre deverá ser gradual com fechamento de avenidas e rodízio de veículos

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE

Com o Acre registrando quase 1.500 casos de Covid-19, as autoridades estudam desde a semana passada a possibilidade de decretação de lockdown, que seria uma espécie de confinamento ou bloqueio total de todas as atividades, que nem para isso seja utilizada com mais rigor a força policial e até mesmo o exército.

Ocorre que para alguns gestores a medida poderia ser ainda mais dura contra a economia local que neste mês de maio deve registrar recorde de demissões já que a maioria dos empresários não veem perspectiva para a volta aos trabalhos.”Entendemos que a decretação imediata poderia aniquilar de vez as possibilidades de reação economia após a pandemia e deveremos fazer isso gradualmente”, disse uma fonte palaciana.

A primeira medida tomada ainda esta semana terá o objetivo de reduzir o fluxo de veículos nas ruas. O Estado deverá adotar o rodízio de veículos onde cada carro ou motocicleta terá o direito específico para circular de acordo com a placa. Outra ação será o fechamento das principais ruas e avenidas da capital. Um Plano de Ação está sendo desenvolvido em parceria com os municípios e deverá ser apresentado até o final desta semana.

O ac24horas apurou que o governo do Acre consultou o governo do Pará, que recentemente decretou o lockdown. Com base na experiência paraense, o Estado pretende analisar individualmente cada medida.

Nesta segunda-feira, 11, o governador Gladson Cameli deverá se reunir virtualmente com os prefeitos dos 22 municípios do Acre para alinhar uma série de estratégias.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas