Conecte-se agora

Vidas sim! Manaus, não!

Publicado

em

A pandemia da Covid-19 reforça a cada dia que passa a nova face do Gladson Cameli,  a de um governante de pulso firme, que sabe exercer a autoridade no momento certo, que não se queda às pressões dos que se norteiam apenas pelo lucro e outros por pura politicagem e que, querem a todo custo que se libere as atividades comerciais. Mesmo com mais de mil casos de contaminação pelo coronavírus registrados até ontem e, com 36 mortes no Estado. Em Rio Branco são 875 casos da doença confirmados. Quando se investe contra as ações do governo, da prefeitura, se está pisoteando nas famílias dos que perderam os seus entes queridos, dos que estão em leitos dos hospitais se recuperando. Liberar geral, com a contaminação numa curva crescente; os que assim agem, cometem uma afronta ao bom senso e renegaria a bela luta que travam os servidores da saúde contra a pandemia. E seria um crime contra os que ainda não foram atingidos pela pandemia, porque os exporiam ao vírus.  Que sejam vozes no deserto da insensatez. Manaus, não! Se forem necessárias medidas mais duras para evitar o que passam hoje as famílias amazonenses, que se tomem. A vida fala mais alto! 

NENHUM ARGUMENTO

O pior é que os que são contra o isolamento social não apresentam uma razão científica na defesa das suas teses, a não ser a queda nos lucros. O debate, mais que tudo, é da ciência. 

MP CONTUNDENTE

O Ministério Público do Acre tem sido um parceiro importante do governo e da prefeitura na defesa das medidas de isolamento social. Suas peças publicitárias são da maior contundência. Uma delas: “Enterros em valas. É isso que você quer? Fique em casa. Não temos escolhas. Isolamento social salva vidas”. Ainda bem que, na nau dos insensatos tem pouca gente.

FICANDO SEM ESCOLHA

Com os casos de contaminação se sucedendo rapidamente não vai haver saída ao governo ao não ser o de decretar lockdown na capital, para controlar a espiral crescente da Covid-19.

QUESTÃO DE DISCIPLINA

A questão é que a população, principalmente, na capital, não levou a sério a pandemia da Covid-19 e continuou a viver a vida normalmente. Caso tivessem seguido as determinações médicas,  adotado o isolamento, por certo hoje se teria menos casos de contaminação

HOSPITAL DE CAMPANHA

Trocando conversa ontem com o Dr. Carlos Beirute, que comanda a PRONTOCLÍNICA, este me revelou que a unidade possui leitos disponíveis que poderiam ser usados pelo Estado, e que tem espaço para montar um hospital de campanha em pouco tempo, se necessário. O Gladson e o Alysson têm que começar a pensar em reforçar ainda mais os espaços no sistema de saúde.

RESERVA DE MERCADO

O deputado federal Alan Rick (DEM) foi o pioneiro, e nenhum parlamentar mais do que ele esteve e continua na luta para que se façam exames do Revalida, para que os brasileiros formados no exterior possam ser avaliados, e se aprovados, receber o CRM. Não tivesse havido o breque da reserva de mercado das entidades médicas, hoje teríamos mais médicos no Acre. 

NÃO ADIANTA INSISTIR

É a mais pura perda de tempo pedir ao CRM-AC que libere registros provisórios a brasileiros formados na Bolívia, porque a negativa é certa, por haver uma legislação federal que proíbe este tipo de contratação. Toda consulta que for feita a resposta será sempre negativa.

UMA LINGUAGEM DIRETA

Quando o prefeito Ilderlei Cordeiro anda pelas ruas de Cruzeiro do Sul com uma pessoa fantasiada de “morte” ao lado, pode parecer até lúgubre, grotesco, mas é uma forma de linguagem direta de passar à população de que o coronavírus mata, não é uma “gripezinha”.  

 JOGADO ÁS FERAS 2

Tudo indica que o presidente do PT, Cesário Braga, tinha razão quando declarou que, os que não acreditavam (entre eles eu) que, o seu partido teria candidato próprio a prefeito de Cruzeiro do Sul, perderiam. Parece que, o Marcelo Siqueira aceitará ser jogado às feras.

FALANDO PARA AS NUVENS

Tenho informações do que o professor Marcelo Siqueira (PT) passou quando saiu candidato a deputado estadual pelo PT, foi para a disputa com a promessa de que seria ajudado e ficou na promessa. Terminou a campanha falando para as nuvens. E o PT, na ocasião, estava no poder!

A CARA E A CORAGEM

Caso se confirme a notícia de que, poderá ser candidato a prefeito, será no momento mais difícil do PT, massacrado na última eleição, quando não elegeu um deputado federal , perdeu a vaga de senador e o governo. Seria um candidato com a cara, a coragem e o seu nome.

FORA DO JOGO

Mesmo não falando sobre o assunto acho que, o ex-deputado Ney Amorim não vai brigar para ser o candidato a prefeito de Rio Branco pelo PROGRESSISTAS. Não faz um movimento neste sentido. Experiente, o Ney sabe que na política tem que se jogar de acordo com o cenário.

O ÚNICO A SE MEXER

Dentro do PROGRESSISTAS, o único que está se mexendo nos bastidores, fazendo visitas, conversando, é o ex-prefeito Tião Bocalom. É o caminho para aparecer bem nas pesquisas. 

AGINDO CERTO

O PT está agindo certo, quando não deixa vazar o nome do seu candidato a prefeito de Rio Branco. Seria uma exposição antecipada e desnecessária, principalmente, se não for um nome de peso. Ainda mais porque estamos num momento de foco principal na pandemia.

ENXURRADA DE CANDIDATOS

Com dez candidatos a prefeito de Rio Branco, significa que cada um terá chapa própria de candidatos a vereadores. Sem falar nos partidos sem nome próprio à PMRB. Será a maior enxurrada de candidatos batendo na sua porta pedindo votos e fazendo promessas.

VOTANDO TUDO

O presidente da ALEAC, deputado Nicolau Junior (PROGRESSISTAS), tem conseguido movimentar a casa, com debates na plataforma digital e votando todos os projetos.

PROCON

A presença do Diego Rodrigues à frente do PROCON deu mais dinamismo ao órgão.

BRIGA BOA

O presidente Jair Bolsonaro resolveu comprar a briga com os deputados federais, e vai vetar o artigo do projeto de ajuda aos estados e municípios, que proíbe reajustes salariais dos servidores públicos e novas contratações até o fim de 2021. Bolsonaro tem perdido todas.

PESO FUNDAMENTAL

Um peso que será fundamental aos prefeitos que vão tentar a reeleição: como chegarão com os seus mandatos avaliados na eleição. Terão todo um verão para melhorar a imagem.

DEPOIS RECLAMAM

Entre os dez candidatos a prefeito de Rio Branco só uma mulher, a prefeita Socorro Neri. Depois as mulheres se queixam da baixa representatividade no parlamento. Ora, os mandatos não caem do céu e têm que ser disputados nas eleições. Depois choramingam pelos cantos.

PAGANDO PELO QUE NÃO COMEU

Passo o dia disparando e recebendo telefonemas de políticos, no meu bunker de isolamento contra o coronavírus. Um deles ontem foi de um petista de coturno alto: “Luis Carlos o maior prejuízo para o PT na última eleição foi a derrota do Jorge Viana, naquela loucura egoísta de lançar dois nomes ao Senado. Com um mandato, o Jorge teria muita mais condições de levantar o PT, sem mandato fica limitado ao tapinha nas costas”. Tenho de dizer que: concordo. Mas só que agora, Inês é morta!

FRASE MARCANTE

“A fama é um balão vermelho reluzente; quanto maior e belo, mais chances de estourar”. Nick Nolte.   

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas