Conecte-se agora

Ex-funcionários do DEPASA seguem sem receber rescisão e sem poder sacar auxílio

Publicado

em

Em matéria publicada no dia 28 de abril, ex-servidores do DEPASA de Cruzeiro do Sul, denunciaram ao ac24horas, que foram demitidos no ano passado e além de não receber a rescisão a que tinham direito, não conseguiram acessar os R$ 600 do Auxílio do governo federal, por que no sistema da Caixa Econômica Federal ainda consta vínculo empregatício com o Departamento . Por meio da assessoria de imprensa, a direção do DEPASA garantiu solução para o dia 30 de abril e assegurou que enviaria para o DEPASA em Cruzeiro do Sul, a documentação para os ex-colaboradores apresentarem à Caixa local. Mas o impasse continua sem solução.

Eden Silva, que faz parte do grupo, diz que a mensagem da Caixa Econômica segue a mesma: “cidadão com emprego formal vinculado ao RPPS. cidadão vinculado a RAIS”. No atendimento presencial na agência de Cruzeiro do Sul disseram que a documentação enviada não resolve. ” Esse papel não resolve nada e enquanto não recebermos a rescisão nós não vamos sacar o auxílio”.

Na nova Nota enviada ao ac24horas, o DEPASA, afirma que “já encaminhou à Caixa Econômica a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), bem como solicitou a exclusão dos nomes dos ex-servidores do Depasa do cadastro da Caixa para que os trabalhadores possam acessar o benefício do Governo Federal”.

“Nota não resolve, papel enviado não resolve. Queremos é receber nossa rescisão e também poder ter dinheiro a esse recurso aí”, conta o trabalhador.

Quanto à rescisão, a assessoria do DEPASA cita que o não pagamento obedece a decisão do Superior Tribunal Federal (STF). O assunto encontra-se em análise no STF por meio do Recurso Extraordinário (RE 646000/MG), não havendo ainda decisão ulterior à suspensão do pagamento das verbas indenizatórias.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas