Conecte-se agora

Enquanto se fala em “lockdown”, servidores estão inconformados com a volta ao trabalho

Publicado

em

FOTO: SECOM/ACRE

Inconformados e revoltados. Assim estão os diversos servidores da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) que procuraram o ac24horas para protestar contra a determinação do governo para que os servidores retornem ao trabalho.

O secretário de saúde Alysson Bestene, por meio de um documento, determinou que os servidores da sede administrativa retornassem ao trabalho normal desde a quinta-feira, 7. A única justificativa no documento é de que a Sesacre é essencial no combate ao covid-19.

O que os servidores alegam é que a decisão é incoerente, já que os casos da doença aumentam de forma assustadora todos os dias e o próprio governador já declarou que pensa em decretar “lockdown”, expressão em inglês que significa confinamento ou fechamento total. Essa é a medida mais extrema adotada para combater a doença.

“Isso é muito incoerente. A gente volta ao trabalho porque é obrigada. A mesma secretaria todo dia divulga que tem mais casos dessa praga e obriga a gente voltar ao trabalho. Não dá para entender como o governador diz que vai fechar tudo e deixa fazerem isso com a gente”, diz uma servidora que pede para não ser identificada.

IMAGEM ILUSTRATIVA – FOTO: SECOM

Um outro servidor diz que não há nem fornecimento de álcool gel na secretaria. “Estamos revoltados e com medo de ser contaminado. Aqui colocaram um dispensador com álcool gel no início dos casos, mas só funcionou durante duas semanas. A gente tem que comprar, mas tem servidores terceirizados que ganham muito pouco e não tem como comprar. Alguns setores estão lotados”, diz.

“Aqui não tem como controlar quem entra e quem sai do prédio. Temos o elevador que é pequeno e tá sempre lotado. É um prédio sem ventilação, com ar condicionado sempre ligado. Sem falar que sabemos de pessoas que estão com sintomas da doença e que voltaram a trabalhar. É complicado demais entender essa determinação”, diz mais uma servidora preocupada.

O ac24horas entrou em contato com a assessoria da Sesacre e aguarda um posicionamento sobre a reclamação dos servidores.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas