Conecte-se agora

Acertou no milhar 

Publicado

em

O senador Márcio Bittar (MDB) passou a ter um papel importante para o governo Gladson Cameli, a partir do momento em que foi destacado para ser o relator do orçamento geral da União para 2021, porque poderá remanejar maiores recursos ao Estado. O ano de 2021 será o desaguadouro natural de todos os reflexos negativos na economia nacional, com a quebradeira que virá naturalmente ao fim desta pandemia do Covid-19. Será a grande oportunidade para o governo Gladson formular grandes projetos para o Acre. É uma oportunidade de ouro. Ter um relator amigo é um presente gordo de Natal antecipado para um Estado, principalmente, um Estado quebrado como o Acre, que vive basicamente de recursos do FPE. Será como uma bonança depois da praga de saúde e econômica do Covid-19. Para quem não acompanha a política, o relator do orçamento da União é o posto mais cobiçado no Senado. É o sonho de todo senador. É como a cereja do bolo no debate econômico da destinação sobre os recursos da União. Não deve ter sido fácil a costura do Márcio para conseguir a indicação, deve ter pesado a sua natural sagacidade e o fato de ser um dos maiores defensores do bolsonarismo, ao ponto de declarar que é mais direita que o presidente Bolsonaro. Na escolha teve o dedo do ministro da Economia, Paulo Guedes, que jamais daria o seu aval a alguém que não fosse um defensor intransigente do seu projeto para a economia do país. Se fosse no “Jogo do Bicho”, diria que, o Gladson Cameli acertou no milhar com o fato do senador Márcio Bittar vir a ser o relator do orçamento federal para 2021.

CAPACIDADE DE PROJETOS

Tem gente que não tem a ideia do poder que o senador Márcio Bittar (MDB) vai ter como relator, na montagem do orçamento da união para 2021. Será o senador mais paparicado pelos governadores, ávidos por um quinhão maior na repartição do bolo orçamentário.

 ENGENHEIRO NOS BASTIDORES

Você pode contestar o senador Márcio Bittar (MDB) por suas posições extremadas de direita na política, pode não gostar dele por outro motivo, mas não pode deixar de reconhecer a sua capacidade de articulação. Como deputado federal ocupou o segundo posto mais importante da Câmara Federal, o de primeiro secretário. E no Senado, o de relator do orçamento da União. O Bittar não pesca piaba na política.

NENHUM PEGOU ESTA BOMBA

Nenhum governador acreano pegou um quadro de mais difícil governabilidade do que o Gladson, o de uma pandemia, uma situação fora de qualquer planejamento. Quem imaginava no início de governo, que viria uma pandemia? E isso num Estado que depende do FPE.

POLÍTICA DE LADO

Vamos deixar de lado a política, as paixões ideológicas, esquecer o olhar para as eleições de 2020 e 2022, e sem isso não há como criticar o Gladson como omisso nesta grave crise do Covid-19, que tantas vidas já levou. Dentro do pífio orçamento estadual, ninguém faria melhor.

NÃO HÁ DISCIPLINA

O que acontece é que o brasileiro é indisciplinado. Cientificamente está provado que o isolamento social é eficaz para não deixar subir a curva do Covid-19. Mas vai quase todo mundo para a rua, sem máscaras, não se importando se será contagiado ou contaminará.

O ACRE NÃO DIFERE

O Acre não é diferente. As ruas continuam lotadas, aglomerações continuam a acontecer, o isolamento social não é seguido pela maioria, por isso vamos caminhando rápido para se ter em breve batido no teto dos mil casos de contaminação. Vai chegar a hora de ter lockdown , limitando o tráfego de pessoas, em vigor em São Luis e estudado por outros Estados.

CASA DE MÃE JOANA

A burla ao decreto governamental vem sendo em grande escala. Você passa pelo camelódromo e as lojas estão abertas. Ou o governo endurece o jogo ou mais famílias vão chorar a perda de um ente querido. A economia se recupera, as vidas, jamais!

APONTEM OUTRA SAÍDA

A única maneira de o Governo manter os servidores do Pró-Saúde nos seus cargos, é criando o Instituto de Saúde. A sua não aprovação implica em demissões, ou o governador poderá ser acionado por crime de descumprimento judicial. Apontem outras saídas, senhores deputados que são contrários ao projeto. Terceirizado, o Pró-Saúde já é desde o governo Binho, ora, pois!

NENHUMA VOZ

E não vi nenhuma voz da oposição, que na época estava ligada à Frente Popular, se levantar contra o governador Binho Marques (PT), que foi o criador do Pró-Saúde. Bateram foi palma. 

APRESENTAR UMA SOLUÇÃO

A crítica é um caminho na democracia, mas deve sempre vir acompanhada com uma solução para o que é criticado. Ser contra apenas porque se é da oposição, perde a credibilidade.

TIROU DO BURACO

Manuel Urbano não é a sétima maravilha do mundo, continua carente de tudo, mas se encontra numa situação melhor do que a que foi recebida pelo prefeito Tanízio Brasil (MDB).

ENFIM, UMA VOZ LÚCIDA!

O empresário George Pinheiro, que sempre foi uma voz equilibrada no meio empresarial, defendeu a postura adotada pelo governo de manter o isolamento social e não liberar as atividades comerciais. Os que são contra falam em perdas econômicas, pouco se importando com as perdas de vidas. O governo está sendo correto em manter a luta para preservar vidas.

NÃO SERÃO OS COBRADOS

O que defendem a tese da “gripezinha” e levantam a bandeira da perda econômica com a paralisação das atividades comerciais, se tudo for liberado como querem, e os casos do Covid-19 explodirem, não serão nas suas costas as pesadas críticas que por certo irão ocorrer.

A LEI É PARA TODOS

Tenho ouvido algumas críticas de lideranças religiosas por conta do isolamento social, que proibiu a reunião nos templos. Não se trata de nenhuma perseguição religiosa, como alguns aventaram. Ser evangélico é apenas um livre arbítrio de fé, mas a lei é para todos.

EXTREMAMENTE BEM COLOCADO

Ninguém melhor do que o respeitado Padre Mássimo Lombardi, colocou até agora esta questão no debate religioso: “Se cada um não fizer a sua parte e não ficar em casa, não adianta rezar”.  Padre Mássimo, tem razão: o Covid-19 é um fato de ciência e não religioso.

NÃO COMPORTA FANATISMOS

A pandemia do Covid-19 não comporta no seu debate nem o fanatismo político e nem o fanatismo religioso. É uma questão de saúde pública. E é assim que deve ser encarada.

PARA OS DESCRENTES

Os casos de contaminação no Estado continuam altos, exatamente, por não ser seguida como uma regra, o isolamento social. Já são 817 contaminados pelo Covid-19 até o último boletim. E o número de óbitos chegou a 29. A continuar o pouco caso, os números vão disparar.

NÃO É FRACO

Posso afirmar que não é fraco o grupo mais ligado ao governador que defende o seu apoio à candidatura da prefeita Socorro Neri, para mais um mandato. No combate ao Covid-19 já estão perfeitamente afinados. Uma união das máquinas do governo e do município seria poderosa nas eleições municipais. 

QUARENTENA POLÍTICA

O ex-deputado Ney Amorim não está apenas de quarentena no isolamento social, mas também em quarentena política, depois que se filiou ao PROGRESSISTAS. Não dá um pio. No que não está errado, num momento que o quadro político não se encontra definido, falar demais fora de hora nunca deu certo na política.

FRASE MARCANTE

“é melhor uma chama que nos aquece do que um incêndio que nos queima”. Ditado francês.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas