Conecte-se agora

Na busca da sonhada realidade

Publicado

em

O senador Sérgio Petecão (PSD) está esperando passar a fase crítica do Covid-19 para partir na difícil empreitada de construir em torno do ex-deputado federal Henrique Afonso (PSD) uma candidatura única para enfrentar a candidatura a prefeito do grupo do ex-prefeito Vagner Sales. Acha que, sem esta unidade será difícil bater a candidatura do MDB. “Para a gente ganhar do MDB tem que se unir o meu grupo, com o do prefeito Ilderlei Cordeiro, o Gladson Cameli e as demais forças que não estão com o Vagner”, comentou Petecão. Não há na avaliação do senador nenhum caminho que não seja o de uma candidatura única apoiada pelas forças contrárias ao MDB, para ganhar a eleição para a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

SITUAÇÃO CÔMODA

O senador Petecão (PSD) não faz uma avaliação errada. O MDB tem uma chapa forte de candidatos a vereador, maioria na Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul, e seu candidato Fagner Sales (MDB) aparece liderando as pesquisas, por isso não será fácil de ser batido.

BURRICE POLÍTICA

É o ABC da política de que, quando um adversário está com boa popularidade, é um erro de estratégia atacá-lo e ir para o confronto, principalmente, quando defende uma causa apoiada pela maioria esmagadora da população, como no caso do Gladson com o Covid-19. Alguns políticos novatos não aprenderam está máxima da política.

FORA DA RACIONALIDADE

Não dava para discutir com a seita petista que, considerava o Lula a reencarnação de Jesus, o perseguido, o mais puro dos mortais; como não dá para debater com a seita bolsonarista, que não respeita o contraditório, que agride jornalistas, pauta pela irracionalidade e acha o Bolsonaro um ser imaculado e vítima de uma conspiração comunista mundial para depô-lo. Ontem, se viveu o fanatismo da esquerda, e hoje o fanatismo da direita. Não são diferentes.

RESSALVA PARA A DILMA

A presidente a Dilma foi um desastre no campo econômico e no campo da moralidade. Seu governo acomodou os maiores escândalos deste país pelo seu partido. Mas tem um ponto positivo: na sua gestão a liberdade de expressão foi respeitada. Quando pressionada pelos aloprados do PT; como Zé Dirceu e companhia limitada; para criar o controle da mídia, ela foi democrata. Sua reação foi que preferia uma imprensa que erra a uma imprensa amordaçada.

ATOS DE BARBÁRIE

O que se tem assistido nestes tempos sombrios de arroubos autoritários são agressões físicas a jornalistas, sem nenhuma punição, numa afronta à democracia e à liberdade de expressão.

TESE GOLPISTA DERRUBADA

Vamos ter eleição este ano. Declarou o futuro presidente do TSE, Ministro Luís Roberto Barroso. Pode ser novembro ou dezembro, mas terá. Não deve prevalecer a tese golpista de unificar em 2022 a eleição municipal. O voto foi para os atuais prefeitos ficarem até este ano.

 PRÊMIO AOS TRANQUEIRAS

Além de ser um golpe, unificar as eleições seria um prêmio aos prefeitos tranqueiras, envolvidos em escândalos, que o povo quer ver fora do poder. Que venham as urnas.

DISCUSSÃO JURÍDICA

Saiu da boa vontade do governador Gladson em mandar para a ALEAC um projeto de Lei que beneficiará financeiramente os policiais militares. É um benefício mais do que justo. A discussão agora é jurídica para saber se o MP, que quer travar o PL, tem ou não razão.

TOCA EM FRENTE

Caso o governador Gladson tenha o respaldo jurídico da Procuradoria Geral do Estado, parecer favorável do TCE; é deixar o MP com a sua tese de lado, e colocar o projeto para ser votado. Caso contrário, tem de preservar seu CPF, para não incorrer em crime de responsabilidade.

BRINCANDO COM A VIDA ALHEIA

Já são 733 os infectados e o número de mortos chegou a 25. Se o isolamento social estivesse sendo respeitado plenamente, por certo estes números estariam bem menores. Os que defendem o fim do isolamento social não têm o menor respeito pela vida do próximo.

O GOVERNO ESTÁ FAZENDO SUA PARTE

O que fica patente nesta pandemia do coronavírus é que, o Gladson vem fazendo a sua parte e bom número da população não faz a dela, e neste contexto não há como os casos não explodirem. Vai chegar a hora em que o governo vai ter de endurecer para conter o Covid-19.

A LEI É PARA TODOS

Existe um decreto que proíbe aglomeração. A lei para todos. Não vejo como uma perseguição religiosa este protesto de membros da IBB, pelo veto a um culto ao ar livre, ainda que cada grupo dentro de carros. E não é por causa do culto vetado que seus fiéis não serão salvos. Ou não? A pandemia vai passar e os senhores pastores voltarão aos seus cultos presenciais.

“SOU O FAVORITO”

Quem ligou para o BLOG foi o prefeito de Epitaciolândia, Tião Flores, para dizer que, se existe um candidato favorito na disputa da prefeitura do município, é ele. Flores de fato não é nenhum inexperiente, foi prefeito antes, está no poder, e sabe onde ir buscar os votos.

VERÃO INTEIRO

Tião Flores tem ainda ao seu favor os novos recursos que virão para os municípios, que podem embalar seus projetos, e todo um verão antes da eleição para executar as suas obras. 

HOMENAGEM JUSTA

A homenagem com a aprovação de uma Moção de Aplauso ao trabalho do médico Thor Dantas, linha de frente no combate ao Covid-19, proposta apresentada pelo deputado Edvaldo Magalhães, foi extremamente justa. É um homem de ciência e assim deve ser encarado.

NÃO ACOMPANHO LEIGO

Não perco tempo em debater teorias científicas com leigos no assunto. Sigo sempre no tocante ao Covid-19, o que pregam as maiores autoridades mundiais em saúde pública, como no caso desta pandemia, em que é recomendado o isolamento social como prevenção.

EU QUE VOU DIZER?

E a política tem que passar bem longe desta discussão. Se cientistas, as maiores autoridades médicas do mundo, defendem o isolamento social, sou eu que vou ser contra por política? A economia se recupera, como se recuperou depois da segunda guerra mundial, vidas não.

FARRA DOS SUPERMERCADOS

O governo tem que jogar duro contra o fluxo de pessoas nos supermercados, continua como se nada tivesse acontecendo, quando deveria haver uma limitação de acessos às suas dependências. A exigência das máscaras por si não bastam. O que se vê é um farra de clientes.

REMANDO A FAVOR

O governo deveria endurecer também na aglomeração nos bancos, com a distância mínima.

PERGUNTA DO LEITOR

Leitor pergunta: em que deu a apuração do sumiço daquele medicamento no valor de 300 mil reais do Hospital da Criança? Transfiro a resposta á autoridade policial que apurou o furto.

PERDAS SIGNIFICATIVAS

A pandemia do Covid-19 tem causado um rombo grande nas receitas das prefeituras do interior, principalmente. Em Brasiléia, por exemplo, as perdas chegam na casa de 482 mil reais, segundo o secretário de Finanças, Tadeu Hassem. E o repasse a ser liberado pelo governo federal não cobrirá as perdas de receita. Os prefeitos vão trabalhar com o sinal vermelho.

PANCADA PARA OS ELEITOS

Os atuais prefeitos vão apertar aqui, apertar ali, e vão levando seus mandatos nesta reta final. A pancada econômica grande quem vai pegar serão os futuros prefeitos, que governarão em meio a uma recessão inevitável e com quedas de receitas. Serão dias difíceis, muito difíceis.

MANDATO SEM CABESTRO

Em postagem enviada ao BLOG, o deputado Roberto Duarte (MDB) diz que existe certa dificuldade em se entender o seu mandato, porque não opera por cabresto e nem por troca de favores. Diz não ser influenciado nem por A e nem por B, mas guiado pela sua consciência. O certo é que o parlamentar tem sido o maior calo do governo na ALEAC. Com críticas duras.

PRONTO RESTABELECIMENTO

Os nossos votos de um pronto restabelecimento ao velho companheiro de tantas lutas na imprensa acreana, jornalista Silvio Martinello, que se submeteu a uma cirurgia na coluna.

NÃO É OMISSO

Merece registro o fato do PROCON não estar sendo omisso. A Caixa Econômica Federal, por exemplo, já foi notificada para apresentar solução que evite aglomeração em filas, sem o devido distanciamento. Continuar a fila imprensada como ocorre, é um convite ao Covid-19.

VAMOS AJUDAR O CIRCO

O prefeito Ilderlei Cordeiro poderia liberar os recursos acertados para ajudar os artistas do Circo Broadwy, retido em Cruzeiro do Sul, por conta da pandemia, e que passam necessidade. O governador Gladson Cameli poderia também se sensibilizar a ajudar a turma circense.

VELHO BOCA NAS RUAS

O ex-prefeito Tião Bocalom não está parado, mas diariamente fazendo contatos sobre a sua candidatura a prefeito de Rio Branco. Quer aparecer bem situado nas próximas pesquisas, o que daria visibilidade à sua candidatura para o governador Gladson Cameli. 

SÓ DEPOIS DA MISSA

O senador Sérgio Petecão (PSD) diz que só vai se mexer na disputa da prefeitura de Rio Branco, após conhecer a missa rezada pelo governador Gladson Cameli, abençoando o seu candidato a prefeito, e que por enquanto só observar. Quer saber quem será o ungido.

FRASE MARCANTE

“Qualquer espécie de palavra que você disser, a mesma você ouvirá.” Ditado grego

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas