Conecte-se agora

Fiscalização do IDAF apreende carga irregular de pescado no Posto Tucandeira

Publicado

em

A equipe de fiscalização do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (IDAF) instalada no Posto Tucandeira, no limite com Rondônia, apreendeu, nesta segunda-feira, 4, uma carga de pescado oriunda do município de Ariquemes, naquele estado.

O pescado estava sendo transportado em um caminhão baú sem os documentos zoossanitários obrigatórios. O produto estava endereçado para a Colônia de Pescadores de Rio Branco via Ceasa, mas trazia apenas a nota fiscal.

De acordo com o médico veterinário Francisco Lopes Dantas, gerente estadual de Fiscalização de Trânsito Agropecuário do Idaf, a carga não possuía nenhum laudo sanitário comprovando que o produto foi processado (retiradas as vísceras e cabeça) em ambiente com inspeção.

Além disso, a carga se encontrava em condições de transporte inadequadas do ponto de vista da conservação térmica e com o agravante de que seria destinada a estabelecimentos também desprovidos de serviço de inspeção de produtos e subprodutos de origem animal, possivelmente já indo direto para a comercialização e consumo pela população.

Após a apreensão e lavratura dos autos, a gerência de fiscalização acompanhou o caminhão com a carga irregular até o Aterro Sanitário de Rio Branco, onde foi feita a inutilização do produto e lavrado o laudo de apreensão e destruição.

O gerente Francisco Lopes Dantas ressalta a importância do serviço de Fiscalização de Trânsito Agropecuário feitos nas barreiras interestaduais. Para ele, essa atividade é essencial para o controle do trânsito do sistema de defesa agropecuária do IDAF.

O trabalho de fiscalização do IDAF é reforçado com 4 barreiras fixas e barreiras volantes. Esse trabalho é realizado através de inspeção e fiscalização das cargas, juntamente com a verificação dos documentos necessários para o trânsito delas.

As barreiras são fundamentais para o controle do trânsito animal e vegetal. São os fiscais destas frentes que fazem fiscalizações para evitar que animais, vegetais e produtos e subprodutos sem origem entrem no estado e coloquem em risco a sanidade do setor agropecuário e da população do Acre.

Dentre as atividades desempenhadas pela Coordenação de Trânsito Agropecuário destacam-se o desempenho de atividades relacionadas ao trânsito estadual e interestadual de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal, além de orientar, fiscalizar e supervisionar o transporte de agrotóxicos e afins.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas