Conecte-se agora

No Acre, 42% dos mortos por coronavírus eram hipertensos

Publicado

em

Nada menos que 12 dos 28 mortos pelo Covid-19 no Acre tinham histórico de hipertensão arterial associado a outras comorbidades, sendo a mais comum a diabetes. Em termos percentuais, 42% tinham pressão alta como um dos agravantes do Covid-19.

Entre os óbitos registrados nesta segunda-feira (4), chama atenção a moradora de Acrelândia que foi transferida da unidade mista da cidade para o Pronto-Socorro de Rio Branco. Ela tinha comorbidades como sequela de acidente vascular cerebral e hipertensão arterial sistêmica.

Três dos mortos tinham sequelas de acidente vascular cerebral, dois eram doentes renais crônicos e dois casos estão em investigação.

O vírus tem registros positivos em 13 municípios do Acre e dos 28 óbitos registrados 24 foram de pessoas residentes no município de Rio Branco, 3 no município de Plácido de Castro e 1 em Acrelândia.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas