Conecte-se agora

Conheça o cientista Gustavo Cabral, que atua na linha de frente para desenvolver vacina contra o coronavírus

Publicado

em

Natural de Tucano, na Bahia, ele coordena uma equipe de cientistas do Incor, em SP

A educação possibilita transformações na vida das pessoas. A prova vem do interior da Bahia, no município de Tucano, cidade com menos de três mil habitantes. De lá para a linha de frente da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Integrando a equipe de cientistas do Instituto do Coração (Incor), em São Paulo, que busca desenvolver a vacina brasileira contra o coronavírus, o imunologista Gustavo Cabral de Mesquita, 38 anos, era feirante e viu a vida melhorar quando se dedicou aos estudos.

O cientista Gustavo carrega a bandeira da educação e da ciência como valores que o motivaram a mudar o direcionamento da sua vida, embora isso não tenha começado muito cedo em sua trajetória. 

“Eu trabalhava na feira, vendia geladinho, frutas, como coco e manga. Aos 15 anos, resolvi sair de casa e fui morar em Euclides da Cunha, cidade próxima a Tucano. Lá eu comecei a trabalhar no açougue, fiquei quatro anos trabalhando nisso e não conseguia continuar os estudos. Parei três anos de estudar, começava e não continuava”, recorda. 

Porém, Gustavo passou a reparar algo em comum nas pessoas que ele considerava ter algum sucesso na vida: os estudos. A partir daí, vendeu o que tinha e passou a se dedicar somente a isso. Com o dinheiro, pagou os anos finais no ensino médio e um pré-vestibular. 

Jornada acadêmica

Primeiro de quatro filhos a ingressar no ensino superior, Gustavo escolheu estudar  Ciências Biológicas, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Campus Senhor do Bonfim. Graças ao incentivo de uma bolsa de pesquisa, após a graduação, veio o mestrado em Imunologia em Salvador, na Universidade Federal da Bahia (UFBA). E não parou por aí. 

Em São Paulo, fez doutorado com o mesmo tema na Universidade de São Paulo (Usp). No exterior, seguiu com os estudos na Universidade de Oxford, na Inglaterra, além de também estudar em Portugal e na Suíça.

Em seu currículo, Cabral tem, entre inúmeras realizações, o desenvolvimento de uma vacina, ainda em modelo animal, contra o Zica vírus. 

Valorização da educação e ciência

Além de seguir na luta contra o coronavírus, em seus posicionamentos, Gustavo sempre defende o incentivo à educação e ciência como possibilidade para que inúmeros outros jovens possam mudar a sua realidade, trazendo retorno para a sociedade.

“O caminho para as uma das maiores revoluções na vida das pessoas que não têm condições de vida muito boa é invadir os espaços universitários. Isso promove uma transformação enorme. Tudo muda quando olhamos para os centros universitários e pensamos “aqui também é o meu lugar”, reflete o cientista

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre 01

Acre registra mais 89 casos e duas mortes em decorrência da Covid-19 neste domingo

Publicado

em

Em boletim parcial, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, registrou mais 89 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Acre, neste domingo (09).

O número de infectados pela Covid-19 saltou de 21.498 para 21.587, nas últimas 24 horas. Mais duas mortes foram registradas, 2 do sexo masculino com idades entre 59 e 75 anos, sendo 1 de Rio Branco e 1 do Bujari, fazendo com que o total de óbitos suba de 559 para 561 em todo o estado.

De acordo com o último boletim o total de óbitos subiu de 559 para 561 em todo o estado. Mais informações no boletim completo, após às 16 horas.

Continuar lendo

Cotidiano

Colisão entre carro e moto deixa homem gravemente ferido em Rio Branco

Publicado

em

Uma colisão entre um carro e uma motocicleta deixou o jovem João Victor, de 23 anos, gravemente ferido na noite deste sábado (8) no cruzamento entre as ruas Valdomiro Lopes e João Fragoso Monteiro, no Bairro Santa Quitéria, em Rio Branco.

De acordo com informações de populares que presenciaram o acidente, o condutor da moto, João Victor, trafegava na rua Valdomiro Lopes, quando inesperadamente, o condutor, de 21 anos, de um veículo modelo gol, de cor Branca, invadiu a preferência e colidiu com o motociclista.

Com o impacto, João Victor foi arremessado a uma distância aproximadamente 15 metros, bateu a cabeça no asfalto e ficou sangrando pelo, nariz, boca e ouvido. Após colisão, o motorista do veículo Gol ainda tentou fugir, mas foi ferido por populares.

Um dos parentes do motorista que é um policial, supostamente armado, ao ver seu familiar detido ainda tentou intimidar os moradores, que reagiram e pediram a presença da Polícia Militar no local.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e encaminharam João Victor, entubado, ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo. O jovem foi encaminhado ao Centro Cirúrgico do hospital com suspeita de hemorragia.

O local do acidente foi isolado pelos Policiais de Trânsito (BPTran) para os trabalhos do Perito. O motorista realizou o teste do etilômetro (bafômetro) ao qual reagiu negativo.

O carro e a moto foram encaminhados ao pátio do Departamento de Trânsito (Detran).

Continuar lendo

Acre 01

Tião Fonseca é solto, após ser acusado de desvio de recursos públicos no Depasa

Publicado

em

O ex-diretor presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) Tião Fonseca foi solto nesta sexta-feira, 7, após ser preso durante a Operação ‘Toque de Caixa’, da Polícia Civil, deflagrada na última segunda, 3, em Rio Branco.

As investigações da Polícia Civil duraram cerca de dois meses e apontam que Fonseca é suspeito de beneficiar a empresa de Delba, sua esposa, a Bucar Engenharia, com um contrato que desviou verba pública. De acordo com a polícia, o montante desviado seria de pelo menos meio milhão de reais.

A Operação Toque de Caixa foi deflagrada, pela Polícia Civil, que constatou que a empresa ligada aos ex-gestores do Depasa, TIão Fonseca, ex-diretor presidente, e Edson Siqueira, ex-diretor financeiro, era beneficiada com o pagamento irregular no desvio de verbas públicas que chegou ao montante de R$ 500 mil.

A soltura de Tião Fonsecca foi confirmada pelo advogado Gelson Neto, que acompanhou os procedimentos de soltura tanto de Fonseca quanto da mulher dele, Delba Bucar. “Ele já está em casa. Ele cumpriu a prisão temporária e foi liberado ontem [sexta]”, informou.

Em relação a esposa de Tião, Delba Bucar, a informação é de que a prisão temporária dela foi convertida em domiciliar e ela está em casa desde a quinta-feira (06).

Os dois foram presos na segunda, quando foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária. A polícia apreendeu materiais, mídia, documentos, tanto na casa dos alvos como também na sede do Depasa.

Após a deflagração da Operação, o Ministério Público do Acre (MPE/AC) instaurou inquérito civil para aprofundar as investigações sobre o desvio de recursos públicos no Depasa. O MP informou que as investigações vão focar em um contrato feito entre o Depasa e a empresa Bucar Engenharia, que tem como sócia Delba Nunes Bucar, esposa do ex- diretor da autarquia, Sebastião Fonseca.

Continuar lendo

Destaque 2

“Quando o Gladson resolveu apoiar a Socorro, ele descarrilou um trem”, afirma Jarbas

Publicado

em

O pré-candidato a prefeito pelo Avante, empresário Jarbas Soster, é o convidado do “Boa Conversa” neste ac24horas. Durante a entrevista ao jornalista Astério Moreira, ele disse que os eleitores não querem conversa com esses candidatos oriundos da esquerda.

“Tenho andado pelos bairros da periferia e a população deseja mudança. Também não aguenta mais esses candidatos de partidos grandes”, disse.

Segundo Soster, a prefeita Socorro Neri (PSB) está fazendo apenas uma maquiagem na cidade que não vai aguentar o próximo inverno e deixou claro que sua política é liberal, conservadora, alinhada com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Ele também criticou a falta de eficiência das gestões municipais, para quem, o desperdício de recursos públicos em obras superficiais é um grave problema que deve ser corrigido.

Veja a entrevista completa a seguir:

video

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas