Conecte-se agora

Acre tem três semanas para tentar achatar a curva de crescimento dos casos de Covid-19

Publicado

em

Durante entrevista concedida por meio das redes sociais do Ministério Púbico do Estado do Acre (MPAC) nessa sexta-feira, dia 1º, o gerente do Instituto Charles Mérieux, em Rio Branco, reafirmou a necessidade de a população acreana permanecer com o isolamento social, pois a pandemia do novo coronavírus “é uma catástrofe que chega lenta, mas aonde chega há muitos mortos”, disse o médico biologista Andreas Stocker. Segundo ele, com o aumento da capacidade na elaboração dos testes, o estado hoje tem cerca de 20% das análises testando resultado positivo para a doença diariamente.

O número assusta também por outro fator: de acordo com estudos verificados pelo médico responsável pelo laboratório, a cada 100 pessoas que fazem o exame, uma recebe resultado errado no teste de Covid-19, o que pode favorecer a proliferação do vírus caso não haja obediência ao distanciamento social. “Países que tentaram ficar sem máscaras ou com o comércio aberto viram que é impossível [controlar a doença]. Os efeitos da Covid-10 no pulmão são graves até em pessoas de 15 a 20 anos, pois todas precisam de 3 a 4 semanas para se recuperar totalmente”, explica Stocker.

A situação do Acre frente à pandemia exige muito mais do que o serviço de saúde pública já está oferecendo e pode ir muito além de sua capacidade. “Isso acaba com o nosso sistema de saúde. O isolamento e necessário e ainda está muito leve no Acre, nem todo mundo respeita. Ainda não estamos no pico da doença por aqui e quanto mais não respeitarmos as regras de distanciamento, mais a doença vai explodir”, diz o médico.

As análises realizadas atualmente ainda não atendem demanda suficiente para retratar a realidade da situação no estado. Conforme o especialista, os números que saem no boletim da secretaria estadual de Saúde (Sesacre) todos os dias mostram apenas o que estão conseguindo alcançar, mas não o real poder de transmissão do vírus.

“Cerca de 20% das análises agora estão testando positivos para a doença e antes esse número ficava entre 2 ou 3 % das análises. Ainda é cedo para pensar em reabrir o comércio. As pessoas devem respeitar a necessidade de usar máscara, pois tem gente infectada que nem sabe que está doente”, detalha.

Pesquisas recentes apontam que, se tudo correr bem, a vacina contra Covid-19 só deverá ficar pronta no final de 2021, aponta Andreas. Segundo ele, os remédios testados até o momento não estão surtindo efeito desejado ou com efeito leve, e não dá pra dizer que a pandemia já chegou ao fim.

“Não dá para afirmar se a saúde do Acre realmente vai entrar em colapso, mas

já temos uma sobrecargas nos hospitais. Temos ainda de duas a três semanas para saber se vamos conseguir baixar o pico do coronavírus no estado ou não”, esclarece.

O número de infectados no Acre é muito maior do que o número oficial. Segundo o médico, a tendência é que o estado tenha pelo menos cerca de 2,5 mil pessoas que estão infectados e quem nem sabem que estão com o vírus. “Por isso é importante que fiquem em casa, evitem contato com outras pessoas e não façam visitas. Não temos outra escolha, essa é a única chance”, conclui o médico.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas