Conecte-se agora

Prefeitura emite recomendações sobre sepultamento de vítimas do coronavírus

Publicado

em

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), publicou na manhã desta quinta-feira, 30, no Diário Oficial do Estado (DOE), recomendações a serem adotadas pós-óbito durante o período de emergência em saúde pública em razão do Covid-19. No Acre, 18 pessoas faleceram em decorrência do Covid-19.

Dos óbitos confirmados ou suspeitos decorrentes do Covid-19:

O corpo deverá ser desinfetado e colocado em saco impermeável, à prova de vazamento e selado por profissionais de onde ocorreu o óbito, não podendo ser aberto em hipótese alguma. Os profissionais de saúde e equipe da funerária envolvidos no manuseio do corpo devem ser informados sobre a classificação de risco biológico (classe 3).

O hospital/instituição onde ocorreu o óbito deverá acionar o serviço funerário, que enviará veículo apropriado e pessoal treinado juntamente com caixão/urna, que deverá ser devidamente lacrado, no próprio local, antes de seguir ao sepultamento.

“É vedada a realização de velório de pessoas confirmadas ou suspeitas de infecção pelo novo coronavírus (SARS-COV-2), devendo o corpo ser transferido pelo serviço funerário do hospital/instituição onde ocorreu o óbito diretamente para o sepultamento”, informou em Decreto.

Nos óbitos de pessoas confirmadas ou suspeitas de infecção pelo novo coronavírus (SARS-COV-2), ocorridos no período entre 18h e 06h, o corpo deverá permanecer no necrotério do hospital/instituição onde ocorreu o óbito, para ser transferido pelo serviço funerário diretamente para o sepultamento.

Recomendações em relação a óbitos não decorrentes do Covid-19:

Para diminuir a probabilidade de contágio e como medida para controlar os casos de Covid-19, os funerais deverão ocorrer com o menor número possível de pessoas, preferencialmente apenas os familiares mais próximos, evitando-se, assim, as aglomerações;

A duração do velório será de no máximo 8h e fica limitada a presença pessoas, nas salas de velório, ao máximo de dez de cada vez. Fica proibida a aglomeração de visitantes pelas áreas internas e externas dos espaços destinados aos velórios; Aos participantes do funeral, deve ser recomendado seguir as medidas de higiene das mãos e de etiqueta respiratória, em todas as circunstâncias, evitando-se apertos de mão e outros tipos de contato físico.

Nos locais de realização do funeral devem ser disponibilizados água, sabonete líquido, papel toalha e álcool gel a 70% para higienização das mãos.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas