Conecte-se agora

Técnica de laboratório faz sucesso com trajes contra o coronavírus na UPA da Cidade do Povo

Publicado

em

Uma atitude preventiva e ao mesmo tempo irreverente tomou conta dos perfis de humor nas redes sociais do Acre essa semana. Trata-se do traje da técnica de laboratório Marinês de França Carneiro, que trabalha na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco. Em meio à gravidade da transmissão do novo coronavírus, a mãe da profissional de saúde, que é costureira, resolveu criar uniformes que protegesse a filha o máximo possível.

Assim, além dos equipamentos comuns de proteção individual como máscara, luvas e óculos, Marinês adotou aventais, alguns que a cobre da cabeça aos pés, feito pelas mãos da própria mãe, a aposentada Maria de França, de 66 anos. Em entrevista ao Jornal do Acre, na Rede Amazônica, elas falaram da repercussão do traje, que faz sucesso entre os colegas de trabalho e agora na web, entre os internautas. A técnica diz que a ideia de produzir o avental partiu do medo de ser contaminada ou levar o vírus até sua casa.

Os aventais são feitos de TNT grosso. “Segundo ela, o medo que eu passe a mão no rosto é constante. Desse jeito não vou passar a mão no rosto”, explicou ao G1 Acre. A técnica garante não sentir nenhum desconforto ou timidez pelo traje, muito pelo contrário, afirma que se sentir protegida é o mais importante.

Marinês contou que usa dois deles por dia, tomando cuidado com a higienização e lavagem especial, deixando-os de molho na água com desinfetante e sabão. Por conta do material, os aventais precisam ser substituídos após algumas semanas de uso.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas