Conecte-se agora

Projeto ‘Escritório Solidário’ ampara advogados diante da crise pela Covid-19

Publicado

em

Nem só o empresariado está sofrendo com o fechamento do comércio e serviços considerados não essenciais diante da pandemia do novo coronavírus no Acre. Assim como o restante do país e do mundo, o setor da advocacia também vem sentindo dificuldade no exercício da profissão desde que se iniciou o processo de combate à Covid-19. Por isso, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Acre (OAB-AC), sob o comando do presidente Erick Venâncio, decidiu inovar.

A partir desta quarta-feira, dia 29 de abril, o Palácio da Advocacia, sede da OAB-AC em Rio Branco e a Subseção Vale do Juruá, em Cruzeiro do Sul, vão abrir as portas para acolher o projeto ‘Escritório Solidário’. O objetivo é apoiar os advogados que precisam de um local de trabalho, sem nenhum custo.

“Os advogados que precisarem terão todo o conforto e segurança para trabalharem com tranquilidade”, diz a entidade. Para isso, a Ordem adotou medidas para que o projeto não favoreça a proliferação do coronavírus.

“Os espaços [oferecidos] respeitam todas as normas sanitárias exigidas nesse período, com distanciamento entre as mesas, além de contarem com a atividade administrativa da Ordem que seguirá um regime de escala para atender as necessidades de cada profissional”, informa.

Entre as recomendações aos usuários, está a entrada limitada apenas para advogados, permanência máxima de 3 horas por dia no local e a proibição de agrupamento de mais de 5 pessoas, além da exigência do uso de máscara e higienização frequente das mãos.

“Novos tempos tem desafiado a prática da advocacia em todo o mundo. Várias ações foram tomadas para minimizar os impactos da pandemia”, diz a OAB no Acre.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas