Conecte-se agora

Duarte diz que não está na Aleac para “babar ovo do governo”

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) reforçou o pedido do Edvaldo Magalhães acerca da realização de uma sessão a mais na semana nesta na quinta-feira, 30. Ele relatou ainda que recebeu a visita de um policial pena que contou sobre vários problemas, mas principalmente o grande número de carcereiros afastados por conta do coronavírus.

“Ele disse que há um policial para 200 presidiários”, informou Roberto. “Nossos policiais penais precisam do apoio da Aleac e do Governo do Estado. Nós vamos precisar do reforço da Polícia Militar no sistema penitenciário”, afirmou.

Ele disse que se surpreendeu com fato do projeto de lei que cria o Instituto de Gestão de Saúde do Acre ter chegado às suas mãos através da imprensa. “Esse projeto é uma realidade”, disse, contrapondo colegas que falam que o PL ainda não está concluído -mesmo que não tenha chegado ao Parlamento já circula nas redes sociais.

“Tem muito mimimi mas ações práticas não”, afirmou, acerca da insuficiência das ações governamentais contra o Covid-19. “Quantas vidas o Governo do Estado irá se responsabilizar?”, questionou. Duarte usou como exemplo os respiradores tão necessários ao tratamento da doença, os quais, segundo ele, deveriam ter sido adquiridos enquanto o preço era outro.

“Não estou aqui para babar ovo de governo não! Nem ficar criticando por criticar”, afirmou, pedindo que o PL da terceirização da Saúde não seja encaminhado no atual momento.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas