Conecte-se agora

Prefeitura já vacinou mais de 38 mil pessoas contra influenza em Rio Branco

Publicado

em

Os números relativos à Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2020, em Rio Branco, são surpreendentes e vêm indicando que, neste ano, todos os índices de cobertura vacinal serão atingidos. Até o final da tarde dessa sexta-feira, 24, 38.131 pessoas já tinham sido imunizadas pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) da Prefeitura de Rio Branco.

De acordo com o titular da Semsa, Oteniel Almeida, a meta é vacinar 90% de cada grupo de risco. Esse número já foi atingido em relação aos idosos, principal grupo de risco da primeira fase da campanha, iniciada em 23 de março.

“Tivemos, até agora a vacinação de 26.153 idosos vacinados. Esse número é surpreendente, pois, em anos anteriores, não chegamos nem perto desse total até onde estamos, ou seja, ainda na metade da campanha”, explicou Oteniel.

O gestor explica que está sendo realizada a segunda fase da campanha. Nesta, o público alvo é composto por caminhoneiros e profissionais de transporte coletivo e portuários; indígenas; doentes crônicos; profissionais das forças de segurança e salvamento; população privada de liberdade, inclusive adolescentes e funcionários do sistema prisional. Esta fase teve início no último dia 16 e segue até o dia 09 de maio. A partir de então, na terceira fase, será dado foco nas pessoas com deficiência; professores; crianças de 6 meses a menores de 6 anos; gestantes; mães no pós-parto até 45 dias e pessoas acima de 55 a 59 anos de idade.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe segue até 22 de maio e a meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos.

Vacina ajuda no controle da Covid-19

Oteniel Almeida explicou que a vacina contra a gripe, que tem como vetor o vírus influenza, não tem ação para combater a covid-19, causada por uma nova cepa do vírus coronavírus (Sars-CoV-2), mas que ela é um instrumento fundamental para ajudar no controle da pandemia que afeta o mundo inteiro.

Na verdade, ao proteger os idosos do vírus influenza, a vacina impede uma sobrecarga do sistema respiratório que agravaria um eventual ataque do novo coronavírus.

A vacinação também ajuda a diferenciar entre gripe e a Covid-19, o que facilita o trabalho dos profissionais médicos na realização do diagnóstico rápido e preciso da doença.

Necessidade de manutenção do isolamento social

Também até a tarde da sexta-feira, de acordo com o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em todo o Acre já haviam sido confirmados 234 casos de Covid-19, com 11 mortes registradas. Outros 532 casos estão ainda em análise, o que poderá elevar, em muito, os índices de infecção da doença.

“Sabemos que mudar nossos hábitos de uma forma tão radical, não tem sido fácil, mas precisamos encarar essa pandemia como uma verdadeira guerra, em que nossa única arma é o isolamento social. As decisões que estamos tomando hoje definem como será o nosso amanhã. Logo, tudo isso vai passar. Se puder, fique em casa!”, orientou Oteniel.

Dados Influenza

Trabalhador de Saúde: 7.238 doses

Idoso: 26.153 doses

Caminhoneiro: 82 doses

Transporte Coletivo: 42 doses

Força de Segurança: 804 doses

Comorbidades: 3.812 doses

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas