Conecte-se agora

Polícia não encontra indícios de homicídio em morte por afogamento em Xapuri

Publicado

em

Uma equipe composta por membros da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros de Xapuri se deslocou, na tarde dessa quinta-feira, 23, ao local onde o naufrágio de uma pequena embarcação, no Rio Xapuri, ocorrido na noite do último sábado, 18, teria causado, segundo testemunhas, a morte por afogamento do colono Sebastião Ferreira do Nascimento, de 40 anos de idade, morador do seringal Venezuela, dentro dos limites do município.

De acordo com informações da polícia, quatro pessoas navegavam em um barco de madeira nas água do rio, quando a embarcação colidiu com um galho de árvore. Com impacto, Sebastião teria sido jogado na água pela força do choque, sendo que até o momento, o corpo não foi encontrado mesmo com buscas feitas no local por Bombeiros de Epitaciolândia e Xapuri. Os ocupantes do barco faziam uso de bebida alcoólica no momento do acidente.

O inspetor Eurico Feitosa, da Polícia Civil de Xapuri, disse ao ac24horas que os três sobreviventes foram encaminhados ao hospital de Xapuri apresentando escoriações e um ponto de contradição no relato apresentado aos investigadores. Um outro fato relevante para o caso foi uma denúncia anônima que chegou à delegacia de Xapuri informando que Sebastião teria sido assassinado e que o corpo estaria enterrado em uma das margens do rio, nas imediações do suposto acidente.

Em razão disso, o delegado Luiz Tonini, de Epitaciolândia, respondendo pela delegacia de Xapuri, determinou o retorno de uma equipe de investigadores ao local do naufrágio para apurar a denúncia. Policiais e bombeiros fizeram novas buscas no local e entrevistaram familiares da vítima, mas não encontraram nenhum vestígio do que foi informado na denúncia anônima recebida pela polícia.

A equipe, localizou, no entanto, no leito do Rio Xapuri, o galho de árvore apontado pelos homens que estavam na companhia de Sebastião no momento do acidente. O corpo do produtor rural continuava desaparecido até o fechamento desta reportagem e o caso prosseguirá sob investigação da Delegacia Geral de Xapuri.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas