Conecte-se agora

Por causa da pandemia, pode faltar peixe em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Por causa da pandemia de coronavírus, a prefeitura de Ipixuna, no Amazonas, passou a impedir a passagem de barcos com pescadores cruzeirenses que buscam o pescado no Rio Juruá abaixo da Amazonense . Nesta quarta-feira, 22, dois barcos foram impedidos de passar pelo rio.

Noventa por cento do peixe do Rio Juruá consumido em Cruzeiro do Sul, vem do Estado do Amazonas. Os pescadores locais vão até a altura de Eirunepé e  Itamarati para trazer piau, matrinchã e outros.

O presidente da Colônia de Pescadores, Elenilson da Pesca, cita que nesta quarta feira, 22, dois barcos foram impedidos de passar.  “A gente entende que a prefeitura de lá quer proteger a população mas os pescadores não vão parar na cidade só querem passar pelo Rio Juruá, que é federal “, relata o presidente lembrando que a medida prejudica mais de mil pescadores e que pode haver desabastecimento de pescado de rio em Cruzeiro do Sul.

O gerente do Mercado do Peixe de Cruzeiro do Sul, Francisco Valdeci, diz que a média de consumo mensal de peixe varia de 10 a 20 toneladas na cidade. Por enquanto, segundo ele , o pescado de piscicultura (açudes e tanques) deve atender grande parte da demanda.

“O defeso acabou em março e já começou essa pandemia. Esperamos que o peixe da piscicultura dê conta da demanda para que não haja falta de peixe na cidade porque o cruzeirense consome muito esse produto”.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas