Conecte-se agora

Consumo de energia elétrica cai 8% no Acre durante a pandemia

Publicado

em

O consumo de energia elétrica caiu 8% no Acre entre 1º de março e 10 de abril com o avanço do coronavírus no Estado. O fechamento de indústria e estabelecimentos comerciais dentro das medidas de isolamento social para contenção da Covid-19 proporcionaram a queda, a 2ª maior da Amazônia.

O Estado do Amazonas registrou redução de 12%, para 1.015 MW médios, de acordo com os dados apurados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e divulgados nesta quarta-feira (22). Depois do Acre vem Rondônia (5%) e Amapá (2%) com a menores reduções na Amazônia.

Há um dado genérico que mostra que a trajetória do consumo é de queda: nos 15 primeiros dias de abril teve redução de 13,6% ante o mesmo período no ano passado, caindo de 64.156 MW médios para 55.453 MW médios.

No Ambiente de Contratação Regulada, que reúne os consumidores que compram energia diretamente das distribuidoras, a queda na demanda foi de 12,0%, para 39.578 MW médios.

Já no Ambiente de Contratação Livre, cujos consumidores podem escolher o fornecedor da energia, diretamente ou via comercializadoras, o consumo retraiu 17,1%, para 15.875 MW médios.

A maior parte dos ramos de atividade apresentaram quedas representativas no consumo de energia no mercado livre. As maiores retrações foram dos setores de veículos (73,9%), têxteis (54,4%), bebidas (45,7%) e serviços (41,2%). Ao se expurgar efeitos de migrações de clientes cativos para o ACL, este apresentaria queda ainda maior, de 20,8%. (CCEL)

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas