Conecte-se agora

MDB confirma candidatura de Jéssica ao Senado 

Publicado

em

A deputada federal Jéssica Sales (MDB) será a candidata do MDB ao Senado, em 2022. A afirmação foi feita ontem ao BLOG DO CRICA pelo presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo. O MDB trabalha para fazer 10 prefeitos, inclusive, o de Cruzeiro do Sul, para fortalecer ainda mais a candidatura da Jéssica, cujo nome é consenso dentro do partido. Sobre o rompimento anunciado ontem pelo ex-prefeito Vagner Sales (MDB) com o governador Gladson Cameli, o deputado federal Flaviano Melo (MDB) viu como um desfecho normal, desde que todo grupo do ex-prefeito foi demitido do governo. Sobre a aliança com o PSDB ser estendida além de Cruzeiro do Sul, com uma dobradinha Rocha para governador e Jéssica para senadora, em 2022, destacou Flaviano que, em política tudo é possível de vir a acontecer. Flaviano diz esperar que cesse o período mais crítico do Covid-19 para fazer uma grande reunião partidária para ser tirada uma posição do MDB sobre o governo do Gladson Cameli.

NÃO É COISA DE OUTRO MUNDO

O fim de uma aliança é um ato natural na política. As composições de coligações são consensuais, quando não há mais afinidade, acabam. Não vejo sentido na revolta contida na nota emitida pela direção petista anunciando o fim da coligação com o PSB.

É DA DEMOCRACIA

É do regime democrático, os dirigentes partidários escolherem com quem os seus partidos vão se coligar. Qual o crime político que a prefeita Socorro Neri comete em não querer discutir política em tempo de uma pandemia, que se agrava no Acre? Política tem o seu tempo. Se o PT quer antecipar o debate eleitoral, nada há que o impeça, mas sem obrigar os outros a fazê-lo.

ESCRAVATURA POLÍTICA

A prefeita Socorro Neri não querer ter o PT de aliado é um direito dela. Não estamos numa escravatura política, em que se obrigado a formar uma aliança. Tem o direito de definir suas parcerias.  E o PT tem o direito de ter candidato próprio na capital. Assim é a democracia. O absurdo seria o PT não ter candidato à PMRB, mesmo vivendo num tempo de pindaíba.

ESTE É O PROBLEMA

O PT tem nomes com base e prestígio eleitoral na capital, que não foram destruídos pela derrota. O prefeito Angelim seria um nome forte, as pesquisas mostraram. O Jorge Viana, também. A questão é que nenhum quer disputar a PMRB. Este é o dilema do partido.

POSIÇÃO PONDERADA

O ex-senador Jorge Viana (PT) tem uma posição ponderada a respeito do rompimento. Diz lamentar o desencontro, mas que faz parte da política. Para ele, o jogo nem começou e o mais importante é que o PT se encontra unido para defender seu legado com um candidato.

NOMES COMENTADOS

Os dirigentes petistas têm o entendimento que o partido, o maior da oposição, não poderá ficar sem uma candidatura própria na capital, que é o maior colégio eleitoral, se quiser pensar em voltar a ser protagonista em 2022. Fala-se nos nomes do deputado Daniel Zen (PT), da ex-vice-governadora Nazaré Araújo, no ex-deputado federal Sibá Machado e na ex-chefe do gabinete do governo Tião Viana, Márcia Regina. Não acredito em coelhos maiores na cartola.

QUADRO COMPLETO

Com a decisão oficial do PT que terá candidato próprio a prefeito da capital, o quadro da disputa fica completo. Teremos o nome a ser definido pelo PT, a prefeita Socorro Neri (PSB), Jamil Asfury (PSC), Fernando Zamora (PSL), Jarbas Soster (AVANTE), Minoru Kinpara (PSDB), Roberto Duarte (MDB), Luziel Carvalho (SD), e ainda o nome a ser anunciado pelo PROGRESSISTAS e Jeferson Barroso (PDT). São dez nomes dos mais diferentes perfis ideológicos como opção para o eleitorado. Longe de ser complicado, é bom para a democracia.

MUITO PELO CONTRÁRIO

Longe de atrapalhar a eleição, o grande número de candidatos só ajuda ao eleitor.

HÁ QUE SEPARAR OS BOBOCAS

Numa grande manifestação contra o fim do isolamento social, por aparecer alguns bobocas levantando cartazes a favor do AI5, fechamento do Congresso e do STF, não se pode criminalizar o ato, por idiotas partirem para a radicalização sem sentido. Sou a favor do isolamento, mas nem por isso sou contra a uma manifestação a favor do seu fim.

A FAVOR DA CIÊNCIA

A minha posição é a favor do que prega a ciência, que diz ser o isolamento social a única maneira de conter a aceleração dos casos de Covid-19. Quem é contra, defende a idéia do afrouxamento e de tudo voltar ao normal, que o faço e corra o risco. Respeito o outro lado.

PARA LEMBRAR

Até ontem era 195 os casos de contaminação com oito mortos. Vamos continuar em casa.

COM A PALAVRA, O GLADSON!

Num momento em que a água é fundamental no combate ao coronavírus, se há algo que não pode faltar é o fornecimento do produto. O governador Gladson tem de mandar apurar urgente a notícia de que dois reservatórios do DEPASA estão desativados por falta de produtos. Se for verdade, é um absurdo! O presidente Tião Fonseca, precisa dar explicações.

PARA CONFIRMAR OU NÃO

A denúncia tem que ser confirmada ou desmentida de público pelo presidente Tião Fonseca.

NÃO ME CAUSA SURPRESA

A notícia de uma reaproximação do governador Gladson e o vice Rocha, pela minha experiência de quatro décadas de jornalismo, não me causa surpresa. Se existe mercadoria na qual não acredito é em briga de político, se xingam, se agridem, e depois ficam aos beijos. 

TAPAS E BEIJOS

Em dezenas de casos que já acompanhei como jornalista, já vi brigas homéricas de políticos mais acirradas que a do Gladson e do Rocha, inclusive, com ofensas pessoais e familiares, e  depois os vi se abraçando e trocando juras de amor, na maior cara de pau. Nada me choca.

BOM PROVEITO

Caso façam as pazes ou não façam, para mim não faz diferença, bom proveito a ambos. Na parte que me toca, o Gladson pode até passar a faixa de governador para o seu vice Rocha.

PATO NOVO NÃO MERGULHA FUNDO

Na Frente Popular o ex-deputado Moisés Diniz (PCdoB) era pato velho. No grupo aliado do governador é pato novo. Está se expondo demais. Pato novo não mergulha fundo.

NÃO TINHA OUTRA ATITUDE

Não restou ao ex-deputado Vagner Sales (MDB) ao não ser a de declarar publicamente o seu rompimento com o Gladson Cameli, depois que todos os indicados pelo seu grupo foram demitidos pelo governador. E no rompimento leva consigo em solidariedade todo o MDB.

POINT DO PATO DELIVERY

Ligue para 99246-6692 ou 99938-3414 e receba o seu pedido em casa. Bom apetite!

NÃO É RELEVANTE

Não é o momento de se discutir a terceirização em setores da saúde, como pretende o deputado Jenilson Lopes (PSB). Como infectologista respeitado deveria se doar mais no combate ao Covid-19. Depois que passar esta crítica fase da saúde, traga o tema ao debate.

INSERIDO NO PL

O ex-secretário da SEINFRA, Thiago Caetano, foi guindado no PL da deputada federal Antonia Lúcia à presidência do setor jovem do partido. Pouco para quem sonhava disputar a prefeitura de Rio Branco.

NÃO AVANÇOU

O quadro para prefeito de Cruzeiro do Sul não avançou no grupo de aliados do governador, que continua sem um nome de unidade para enfrentar o grupo do ex-prefeito Vagner Sales. Com a saída do prefeito Ilderlei Cordeiro do páreo ficou um vácuo que não foi preenchido.

FRASE MARCANTE

“Não há nada mais inútil que discutir política com políticos”. Salazar

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas