Conecte-se agora

Com pandemia, emissão de nota fiscal cai 14% no Acre

Publicado

em

Caiu 14,04% a emissão de Nota Fiscal Eletrônica no Estado do Acre entre os dias 21 e 27 de março, primeiros dias de fechamento dos estabelecimentos comerciais por conta da pandemia do coronavírus.

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) compara a emissão de NFe naquela semana com período anterior á proliferação do vírus. Ou seja, antes da pandemia a emissão de NFe chegou a R$ 71,78 milhões enquanto que na 1ª semana de pandemia foram R$ 59,93 milhões.

“Entre os setores de atividades, a queda na emissão de notas teve mais impacto no varejo, com mais de 25% de queda na comparação entre a última semana e o período antes da pandemia. Nesse cenário, o atacado é a segunda atividade mais afetada, com uma queda de 12,88%, tendo registrado um crescimento de 1,8% na indústria”, informa o Governo do Estado com base em boletim elaborado pela Sefaz.

Também sofre drasticamente a venda e consumo de combustíveis. As vendas despencaram em 23,5% em valores e 22,7% em volume comercializado na comparação com o período anterior à Covid-19.

A boa notícia é que o movimento nos postos apresentou recuperação entre os dias 26 de março a 1º de abril, registrando redução menor nas vendas, de 20,6% em valor e 18,6% em volume no comércio de combustíveis.

O Governo do Acre tem sido alvo de críticas duras dos empresários, que o acusam de não fazer nada para evitar um colapso econômico no Estado. De seu lado, o Governo diz que tem tomado medidas para evitar o pior.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas