Conecte-se agora

Covid: exame de acreano sepultado em Alagoas deu negativo e família vai processar Renan Filho

Publicado

em

A morte do acreano José Dagmar Xavier da Rocha, 63 anos, em Maceió (Alagoas), ao que tudo indica vai virar caso de justiça.

Isso tudo porque o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), afirmou que o acreano seria o primeiro caso de óbito devido ao novo Coronavírus (Covid-19), em Alagoas.

Segundo informações repassadas por familiares a reportagem do ac24horas, o resultado do exame feito pelo Instituto FioCruz testou negativo ao novo Covid-19. O exame foi realizado, após o óbito do acreano José Dagmar Xavier da Rocha.

Em entrevista, a nora da vítima, Micaila Pontes, afirmou que a família ficou sabendo da morte do sogro pelas redes sociais. Ela relata ainda que devido o governador ter afirmado que a morte teria sido em decorrência do Covid-19, a família não pode nem transportar o corpo para a sua terra natal, tampouco realizar um funeral, devido aos protocolos.

“A gente vai procurar à justiça. O que ele fez, não se faz com ninguém. A gente não pode levar o meu sogro para a sua terra natal e nem fazer um funeral. Meu sogro morreu dia 30, e o governador dia 31 de manhã cedo, divulgou a morte do meu sogro por Covid-19. A gente achou estranho que, em 24 horas, eles conseguiram o resultado e a gente tentando o resultado semanas depois e não conseguimos. Logo depois, soubemos que o resultado foi falsificado. Ontem recebi o resultado do meu sogro e da minha sogra, e em nenhum dos dois foi detectado o vírus”, relatou.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas