Conecte-se agora

Grande parte dos venezuelanos abandonou abrigo do governo na Cidade do Povo

Publicado

em

Pelo menos 42 indígenas venezuelanos deixaram nas últimas horas o abrigo criado pelo Governo do Estado na Cidade do Povo. Grande parte voltou a morar em uma casa abandonada no Centro de Rio Branco mas alguns alugaram espaços mais próximos da região central da capital.

De outro lado, 28 permanecem na Cidade do Povo, abrigados em uma escola preparada pela Secretaria de Assistência Social para receber o grupo, que em geral passava os dias nas ruas pedindo ajuda.

Vulnerável à pandemia do coronavírus, o grupo foi levado para um lugar melhor mas boa parte não se adaptou e pediam coisas não muito simples, como açaí e sinal de internet.

“Eles alegavam que estavam passando fome, o que não é verdade! fizeram exigências desproporcionais a qualquer tipo de acolhimento. O Estado enviava mantimentos, itens de higiene e limpeza, dava assistência regular a saúde. Eles também já possuem muitos mantimentos e continuavam recebendo doações”, disse ao ac24horas a diretora de Políticas de Direitos Humanos da Secretaria de Assistência Social, Francisca Brito.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas