Conecte-se agora

Vereadores repudiam aumentos abusivos e criticam o Procon

Publicado

em

A falta de fiscalização do Procon fez com que os preços praticados por estabelecimentos comerciais e farmacêuticos fosse alvo de críticas de vereadores de Rio Branco, em sessão online nesta terça-feira (14).

Em sua fala, o vereador N. Lima (Progressistas) relatou que até a Vitamina C sofreu aumento substancial, em relação ao preço vendido antes da chegada ao vírus no Acre.

O vereador Juruna (Avante) repudiou o aumento abusivo do quilo do alho, que subiu para R$ 35,00. “Isso não existe. Essas empresas tem que ser fiscalizadas e levarem multas. Tem muitos estabelecimentos praticando preços abusivos em Rio Branco”, afirmou.

O vereador Mamed Dankar (PROS), relatou que irá pedir ao Procon uma lista de quais empresas foram autuadas desde quando o Decreto de Calamidade Pública foi publicado.

“Queremos saber quais foram as empresas que sofreram a fiscalização e queremos saber quais são as penalidades que estão sofrendo. Não é justo que as empresas queiram lucrar absurdos nesse tempo de calamidade pública”, relatou o vereador.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas