Conecte-se agora

Levantamento da UFAC indica que se 20% da população acreana pegar coronavírus, quase 10 mil pessoas vão morrer

Publicado

em

Um dado alarmante foi divulgado pelo Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Economia da Universidade Federal do Acre (UFAC).

Um levantamento, levando em conta o parâmetro entre a população brasileira e a quantidade de mortes até o momento, demostra o quanto o acreano deve se preocupar com a pandemia do coronavírus.

A mesma tabela foi aplicada no Acre, levando em conta a população do estado. Os números são estarrecedores e é possível entender o motivo pelo qual tanto as autoridades públicas, como de saúde, insistem para que as pessoas fiquem em casa e só saiam em casos de extrema necessidade.

Segundo os números, se apenas 1% da população acreana for contaminada, teremos cerca de 490 mortos no Acre. Se a contaminação atingir 10% da população acreana, por exemplo, a estimativa do número de mortes é de quase 5 mil pessoas.

A projeção vai até um cenário catastrófico, onde 60% da população do Acre se infectaria com coronavírus. Neste caso, o número absurdo chegaria a mais de 29 mil vítimas fatais.

Os dados da UFAC chegam junto ao dia de maior crescimento oficial dos casos de coronavírus no estado. Em 24 horas, de domingo para segunda, foram 13 novos casos. Um aumento de mais de 16%.

O Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Economia da Universidade Federal do Acre (UFAC) também calcula e compara a incidência da doença por habitante no Acre. Acrelândia, com o surgimento de novos casos, é um dos locais do país com maior índice. No município, a taxa é de 72,1 casos por mil habitantes. Para se ter uma ideia da proporção, a média no restante do país é de 11,1.

Nos outros municípios, onde há casos confirmados da doença, Rio Branco (16,7) e Plácido de Castro (35,4) também estão acima da média nacional. Já Porto Acre (5,4), Bujari (9,7) e Cruzeiro do Sul (2,3) estão abaixo.

É sempre importante lembrar que os números divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde não traduzem a realidade do quantitativo de pessoas infectadas com coronavírus no Acre, já que o exame é feito apenas nos casos considerados graves.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas