Conecte-se agora

Médicos acreditam em colapso no sistema de saúde com falta de respiradores e vagas na UTI

Publicado

em

Os profissionais em saúde têm repetido constantemente a orientação para que as pessoas fiquem em casa e evitem contribuir para a proliferação do novo coronavírus.

O motivo está explicito em uma pesquisa que ouviu mais de 500 médicos de todo o país e corroborado pelo que já vem acontecendo em alguns estados: o colapso do sistema de saúde.

Os médicos, que conhecem de perto o sistema de saúde, afirmam que por causa da estrutura ineficiente, há um alto risco de colapso em poucas semanas, seja de respiradores, de vagas na UTI ou de equipamentos de proteção. No Acre, a situação não é diferente e os especialistas têm alertado que se adoecer um número muito alto de pessoas, o sistema de saúde não terá como atender a todos. Os exames, por exemplo, só estão sendo feitos em pacientes considerados graves.

A pesquisa mostrou ainda que as ações que os profissionais de saúde mais apoiam são a conscientização da higiene pessoal (74%), a suspensão de eventos públicos (72%), o desenvolvimento da capacidade de testar em massa (65%) e a quarentena obrigatória em todo o território (64%).

Para 64% dos médicos brasileiros, a população está bastante envolvida na adoção de medidas de controle para prevenir/conter os casos da Covid-19. No total, 58% de todos os especialistas que participaram do estudo acreditam que as populações estão engajadas para conter a epidemia. No total dos médicos pesquisados, 65% deles acreditam que serão necessários mais de dois meses para o controle do coronavírus e a volta à normalidade. Entre os médicos brasileiros, este índice é mais alto, chegando a 65%. Como perspectiva futura, os médicos acreditam que medidas restritivas devem ser mantidas por um período superior a dois meses.

Os médicos preveem que grandes quantidades para testes serão desenvolvidos em curto prazo, nos próximos seis meses. Os tratamentos medicamentosos eficazes contra a pandemia, no entanto, só estariam disponíveis nos próximos 12 meses. Para eles, o desenvolvimento de uma vacina necessitará de um prazo ainda maior.

A pesquisa foi realizada pela Fine Research e ouviu 2.251 profissionais da saúde em 13 países da América Latina.

Anúncios

Cotidiano

Dupla em motocicleta ataca novamente e executa jovem de 14 anos com 3 tiros

Publicado

em

Mais um homicídio foi registrado na capital. O adolescente A.F.N, de 14 anos, foi executado na tarde desta segunda-feira (3). O crime aconteceu na rua José Luiz, bairro Santa Inês, no Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, o jovem estava aproximadamente 50 metros de sua residência quando dois homens, não identificados, se aproximaram em uma motocicleta e o garupa efetuou vários disparos. O adolescente foi atingido com três tiros.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas o ele já se encontrava morto. Policiais Militares do 2° Batalhão isolaram a área para o trabalho dos peritos em criminalística, em seguida, colheram as características da moto e dos autores do crime, fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado.

O caso será investigado pelos agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A polícia acredita que o crime foi motivado pela guerra entre facção na disputa de território e tráfico de drogas na região.

Continuar lendo

Cotidiano

Empreendedores podem tirar dúvidas sobre linhas de crédito pelo telefone

Publicado

em

O Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC e o Sebrae no Acre realizam até a sexta-feira, 7, a Semana do Crédito. O objetivo é evitar um dos maiores problemas entre micro e pequenos empreendedores que são as dúvidas sobre linhas de crédito quando precisa de dinheiro de um banco.

Por conta da pandemia, os empresários têm mais uma facilidade. É tudo feito pelo telefone, já que a visita presencial é só realizado em casos de extrema necessidade e por meio de agendamento.

O micro e pequeno empresário que quer tirar alguma dúvida ou pedir sugestão de qual melhor linha de crédito basta liga para o telefone (68)3212-4814. O número também é whatsapp. A visita ao prédio pode ser realizada após agendamento prévio.

O assessor técnico do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, Egídio Garó, explica que a ideia é atender ao maior número de empresários. Ele reitera ainda que, infelizmente, a desinformação ainda é um problema grande.

“Além disso, há uma gama considerável de linhas de crédito, e todas se aplicam às necessidades de cada empresa. São necessidades diferentes e, portanto, o empresário tem de estar a par de tudo isso”, afirma Garó.

Continuar lendo

Cotidiano

Em medida contra Covid-19, Receita Federal começa atendimento pelo Telegram

Publicado

em

Por

Receita Federal inaugura, a partir de hoje (3), atendimento de serviços relacionados ao CPF pelo Telegram. Esse novo canal de atendimento utiliza tecnologia conhecida como chatbot, que realiza o atendimento virtual e simula um conversação por meio de chat.

A iniciativa busca dar maior agilidade no atendimento ao cidadão, oferecendo um serviço de excelência, sem a necessidade de interagir com um servidor da Receita Federal.

Essa medida contribui, ainda, para evitar que as pessoas se desloquem para alguma unidade de atendimento presencial, preservando a saúde dos servidores e cidadãos, evitando a aglomeração e a propagação do vírus Covid-19.

Para solicitar o serviço, o cidadão deverá acessar o canal ReceitaFederalOficial, interagir com a ferramenta, enviando todas as informações e documentos mínimos exigidos para que a Receita Federal faça a análise da solicitação e conclua o atendimento.

Estão disponíveis no novo canal serviços como:

-Atualização/alteração de dados e Regularização de CPF;
-Segunda via de CPF;
-Informação do número do CPF;
-Consulta à situação cadastral; e
-Consulta ausência de DIRPF (exercício omisso).

Continuar lendo

Cotidiano

Funcionários dos Correios entram em greve no Acre dia 18 de agosto

Publicado

em

Funcionários dos Correios no Acre entram em greve no próximo dia 18, alegando que tiveram 70 direitos revogados, como 30% do adicional de risco, vale-alimentação e auxílio-creche. A categoria no Acre segue decisão nacional.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) os trabalhadores ainda lutam contra a privatização alardeada pelo Governo Bolsonaro e a cúpula dos Correios como prioridade.

“A partir dessa meta, o governo vem promovendo o sucateamento e fechamento das agências, promovendo demissões para facilitar a privatização”, diz a Federação.

“A direção dos Correios recorreu de decisão do Tribunal Superior do Trabalho e suspendeu os direitos previstos na sentença para os empregados dos Correios. Devido isso, os trabalhadores decidiram por uma greve a partir de 17 de agosto. Aqui começa dia 18”, confirmou Suzy Cristiny, do sindicato acreano dos servidores dos Correios.

“Hoje os trabalhadores dos Correios respondem por parte importante da movimentação da economia nacional, com o crescimento vertiginoso do e-commerce e pela prestação de um serviço essencial, nos rincões do país, aonde empresas de logística não atuam. A categoria ainda denuncia o descaso e negligência da empresa com a vida de trabalhadores e clientes. Sindicatos e Federação têm travado uma luta judicial para garantir equipamentos, sabonete, álcool em gel, desinfecção de agências, testagem de trabalhadores e afastamento de grupos de risco, que coabitam com grupos de risco ou que possuem filhos em idade escolar”, diz a Fentect.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas