Conecte-se agora

Governo do Acre vai montar 11 novos leitos de UTI no INTO

Publicado

em

Uma das maiores preocupações do governo acreano em relação ao coronavírus é aumentar os leitos de UTI e aumentar a capacidade de atendimento de casos mais graves. Se é consenso que os casos vão aumentar e que a curva de contaminação ainda vai atingir seu pico, vão ser necessários mais leitos de terapia intensiva.

Atualmente o Acre tem 10 leitos de UTI no Pronto-Socorro. Segundo o secretário estadual de saúde, Alysson Bestene, a intenção é montar mais 10 na unidade de saúde e outros 11 leitos no INTO. “Estamos trabalhando para montar mais 10 no PS e outros 11 no INTO. Nós já temos equipamentos para esses leitos e vamos montar mais 10 com a chegada de equipamentos do Ministério da Saúde”, disse Alysson.

A ideia é também montar leitos semi intensivos. “São leitos de retaguarda. Se o paciente não for preciso entubar, ele fica na semi intensiva com o respirador e outros equipamentos”, destaca Bestene.

De acordo com o secretário de saúde, nos próximos dias chegam ao Acre os primeiros produtos de EPIs, Material Médico Hospitalar (MMH) e remédios de uma compra realizada pelo governo no valor de F$ 15 milhões de reais.

Além dos novos 10 leitos de UTI’s, a gestão estadual está adquirindo 8 mil máscaras N95, 50 respiradores, 10 monitores multi parâmetro, mais de 52 mil aventais, 400 mil máscaras cirúrgicas, óculos de proteção, protetor facial, 160 mil frascos de álcool gel, além de 10 mil testes rápidos.

Segundo Alysson, o governo deve fazer uma nova compra nos próximos dias. “O que vai chegar é apenas a primeira compra. Nesta semana vamos fazer mais pedidos de um quantitativo suficiente que garanta estoque de três a seis meses”, diz o secretário de saúde.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas