Conecte-se agora

Cientistas acham coronavírus no ar distantes até 4 metros de doentes

Publicado

em

Um novo estudo que examinou amostras de ar de alas de um hospital que recebeu pacientes com COVID-19 revelou que o vírus consegue viajar até quatro metros – o dobro da distância que as pessoas devem ter umas das outras em público, segundo as recomendações atuais.

Os resultados preliminares da pesquisa feita por cientistas chineses foram publicados nesta sexta-feira (10) no periódico Emerging Infectious Diseases, uma publicação do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC).

Eles se somam à discussão crescente sobre como a doença é transmitida, enquanto os cientistas que os escreveram alertam que as pequenas quantidades de vírus encontradas nesta distância não são necessariamente infecciosas.

Os cientistas, chefiados por uma equipe da Academia de Ciências Médicas Militares de Pequim, testaram amostras do ar e das superfícies de uma unidade de tratamento intensivo e uma ala regular para pacientes com COVID-19 no Hospital Huoshenshan, em Wuhan. Ambas abrigaram um total de 24 pacientes entre 19 de fevereiro e 2 de março.

Eles descobriram que o vírus esteve mais fortemente concentrado nos pisos das alas, “talvez porque a gravidade e o fluxo de ar levem a maioria das gotículas do vírus a flutuar até o chão”.

Altos níveis também foram encontrados em superfícies tocadas com frequência, como mouses de computador, latas de lixo, maçanetas e grades de camas.

“Além disso, metade das amostras das solas dos sapatos da equipe médica da UTI testou positivo”, escreveu a equipe. “Portanto, as solas dos sapatos da equipe médica devem funcionar como portadores”.

Ameaça aérea?

Os pesquisadores também analisaram a chamada transmissão por aerossol – quando as gotículas do vírus são tão finas, que ficam em suspensão e são transportadas pelo ar por várias horas, ao contrário das gotículas que expelimos ao tossir ou espirrar, que caem no chão segundos depois.

Eles descobriram que os aerossóis contendo vírus ficaram sobretudo concentrados até quatro metros abaixo dos pacientes – embora tenham sido encontradas em menor quantidade mais acima, a até oito metros.

Nenhum membro da equipe de saúde do hospital se contagiou, “indicando que medidas preventivas adequadas podem prevenir de forma eficaz a infecção”, escreveram os autores.

Os pesquisadores também fizeram um alerta que refuta as diretrizes ortodoxas. “Nossas descobertas sugerem que o isolamento doméstico de pessoas suspeitas de contágio por COVID-19 pode não ser uma boa estratégia de controle”, devido aos níveis de contaminação ambiental.

A dispersão no ar do coronavírus é uma área polêmica para os cientistas que o estudam, porque não está claro quão infecciosa é a doença em quantidades ínfimas encontradas em borrifos ultrafinos.

Até o momento, a Organização Mundial da Saúde minimiza o risco.

As autoridades sanitárias americanas adotaram uma linha mais cautelosa e encorajam as pessoas a cobrirem os rostos quando saírem na rua caso o vírus possa ser transmitido pela respiração normal ou a fala.

Fonte: Correio Braziliense

Anúncios

Cotidiano

Fiscalização passou por 57 unidades de saúde em Rio Branco nesta pandemia

Publicado

em

O Conselho Regional de Medicina do Acre anunciou nesta quinta-feira (26) ter vistoriado todas as unidades básicas de Rio Branco.

Assim, os fiscais estiveram em 44 Unidades de Saúde da Família, 12 Unidades de Referência de Atenção Primária, além de uma policlínica. As fiscalizações protocolo Covid-19 foram iniciadas em março deste ano, logo após a confirmação dos primeiros casos de infecção no Acre.

O objetivo das ações é acompanhar o funcionamento das unidades de saúde do estado do Acre durante a pandemia. Durante a vistoria, as equipes de fiscalização do CRM verificam tanto a disponibilidade dos equipamentos de proteção individual aos servidores, como das medicações e de profissionais lotados nas unidades. Além disso, é vistoriado o fluxo e protocolo de atendimento dos pacientes em casos suspeitos e confirmados de Covid-19 e aqueles que não fazem parte desse grupo.

Ao todo, 137 médicos fazem parte do quadro da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, sendo 24 com carga horária de 20 horas e 98 com carga horária de 40 horas. Atualmente, 15 profissionais estão afastados dos seus postos de trabalho por conta da pandemia e 122 estão ativos.

A presidente do CRM, Leuda Dávalos afirmou que no início das fiscalizações algumas unidades de saúde apresentavam certa dificuldade na oferta de EPIs aos funcionários, problema logo superado a partir da ação do CRM.

“A partir daí não identificamos mais nenhuma unidade que não tivesse EPIs de quantidade e qualidade adequados. O fluxo das unidades foi organizado, a capital tem unidade referência para atendimento de pacientes com Covid-19 e também para acompanhamento e realização de exames, caso seja necessário”, disse.

Continuar lendo

Cotidiano

Forças Armadas atuarão nas eleições do segundo turno no Acre, avisa Defesa

Publicado

em

A atuação da Marinha, Exército e Aeronáutica é necessária nos locais de difícil acesso à Justiça Eleitoral. O apoio logístico acontece por meio do descolamento das urnas eletrônicas e dos agentes eleitorais até as localidades. Até o momento, no segundo turno, esse transporte será realizado no município de Paquetá, no Rio de Janeiro.

Já as ações de GVA, são efetuadas nas localidades indicadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir da manifestação dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). “Até o momento, a assistência militar será prestada em 40 localidades, distribuídas nos estados do Acre, Amazonas, Maranhão e Ceará”, informa o Ministério da Defesa.

Os militares atuarão para garantir a segurança da população, além de assegurar a normalidade da votação e apuração integral dos resultados nas localidades que precisam de reforço.

As Forças Armadas transportaram mais de 720 pessoas e 23 mil quilos de material, entre urnas eletrônicas e outros itens para a Justiça Eleitoral, no primeiro turno. Na execução das atividades, foram empregados 145 navios e embarcações, cerca de 2 mil veículos e 24 aeronaves, somando-se ao todo 182 horas de voo.

Continuar lendo

Cotidiano

Acreana Raissa Barbosa é eliminada de A Fazenda 12 com 25,58% dos votos

Publicado

em

Por

A Fazenda 12 chegou ao fim para Raissa Barbosa! A peoa foi eliminada da competição no programa ao vivo desta quinta-feira (26), com 25,58% dos votos.

A modelo perdeu a disputa contra Lidi Lisboa e Mariano pela preferência do público em uma votação realizada no R7.com.

Na décima primeira formação de Roça, a Fazendeira Jojo indicou Lidi. Com mudanças inéditas, duas votações formaram a Roça: uma entre a sede e a outra entre a baia.

Mariano e Stéfani foram os participantes mais votados da sede e a Fazendeira precisou desempatar. Jojo optou pelo cantor para ocupar o banquinho. Com três votos, Raissa foi a escolhida pela baia.

Com o Poder da Chama Vermelha, Lipe deu início ao Resta Um. A dinâmica desfavoreceu Mateus, que completou o time de roceiros. O ator vetou Lidi da Prova do Fazendeiro, mas, com o Poder da Chama Verde em mãos, a atriz trocou o roceiro vetado, no caso ela mesma, por Mariano.

A disputa pelo desejado Chapéu testou as habilidades de basquete de Lidi, Mateus e Raissa. Após perder algumas Provas, o confinado finalmente sentiu o gosto da vitória e se livrou de uma possível eliminação.

No reality, Raissa mostrou que é intensa. A ex-Miss bumum teve atritos com diversos peões da sede e protagonizou três dos momentos mais tensos do reality. Creme hidratante, água e até as camas dos quartos foram objetos utilizados nas brigas da peoa.

Entretanto, a modelo também mostrou seu lado meigo e, apesar dos desentendimentos, fez amizades com Stéfani, Jojo e Mirella. Ao lado de Lucas, Raissa fez um dos casais mais “ioiô” da história de A Fazenda 12!

Como a saída de Raissa vai influenciar o jogo? Para saber, acompanhe A Fazenda 12! O reality vai ao ar de segunda a sexta-feira logo após a novela Jesus; aos sábados, depois do Cidade Alerta e, aos domingos, após o Domingo Espetacular!

Fonte: R7.COM

Continuar lendo

Cotidiano

TSE conclui processamento de quase 5 milhões de justificativas eleitorais do 1º turno

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu, na madrugada desta quinta-feira (26), o processamento de mais de 4,8 milhões de justificativas deferidas relativas ao primeiro turno da Eleições 2020. Desse total, mais de um milhão são relativas aos pedidos feitos pelo aplicativo e-Título.

Assim, essas solicitações que estavam deferidas e aguardavam o processamento já foram registradas no cadastro do eleitor.

Considerando que os eleitores ainda estão no prazo para requerer as justificativas de ausência relacionadas ao primeiro turno e que ainda existem pedidos em análise pelos cartórios eleitorais, a Justiça Eleitoral seguirá trabalhando para manter os cadastros atualizados, lembrando que o calendário eleitoral estabelece o dia 7 de janeiro de 2021 como data-limite para esse trabalho.

Desde a última quarta-feira (25), a nova versão do app e-Título exibe uma mensagem com o número de comprovante da justificativa caso o eleitor tente realizar uma justificativa já recebida para aquele turno.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas