Conecte-se agora

“Sabemos que existem recursos suficientes para proteger as pessoas e a economia”, diz Duarte

Publicado

em

“O que estamos vendo é a crise do coronavírus ameaçando a nossa sociedade e a nossa economia. Todos os setores já sentem as consequências. Quanto mais vulnerável é o segmento da população ou do setor econômico, mais intenso é o impacto. Sabemos que existe recursos suficientes para proteger as pessoas e a economia. Falta gestão”, garante o deputado estadual Roberto Duarte.

Desde que foi confirmado o primeiro caso de coronavírus no Acre, Duarte tem apresentado propostas para minimizar os impactos da crise gerada pelo Covid-19 no estado. Dentre elas, destacam-se: auxílio de R$ 1.000 para os autônomos; antecipação da segunda parcela do 13º salário, mantendo a primeira parcela em junho; planejamento de redução de despesas das secretarias para todo o ano de 2020; doação de cestas básicas para os alunos da rede de educação municipal e estadual; transferência de R$ 500 mil de emenda parlamentar para a saúde acreana; entre outras.

A imprensa divulgou que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, autorizou a destinação de R$ 32,7 milhões do fundo da “lava jato” para o Estado do Acre. A homologação foi assinada na última terça-feira, 7, e prevê que o dinheiro, destinado inicialmente ao combate de queimadas, agora deve ser usado para custear ações de prevenção à pandemia do coronavírus (Covid-19).

Somado a isto, a imprensa acreana divulgou, também, na última terça-feira, que a Procuradoria Geral do Estado (PDE) obteve liminar perante o Supremo Tribunal Federal (STF) que permitiu a utilização de aproximadamente R$ 16 milhões para as ações de enfrentamento ao coronavírus pela Secretaria de Estado de Saúde.

Em âmbito federal, os deputados e senadores acreanos se uniram e destinaram R$ 73 milhões em emendas para ações de combate ao coronavírus no Acre. O Governador Gladson Cameli se posicionou dizendo que, agindo desta maneira, as emendas conseguiriam beneficiar ainda mais a população

“Somente aí são mais de R$ 121 milhões para o Acre. O Governador Gladson Cameli precisa, urgentemente, comprar equipamentos de proteção individual para os profissionais das áreas da saúde e da segurança. É o mínimo que o Estado pode proporcionar para estes profissionais que estão na linha de frente do combate ao coronavírus”, sugeriu Roberto Duarte.

Segundo o parlamentar, não falta dinheiro para investimentos, seja para salvar vidas ou para manter a economia do estado funcionando e se preparando para o que ainda está por vir. “Todos estão vendo que foram destinados muitos recursos para o Acre. Diante deste cenário, nem será necessário fazer remanejamento no orçamento de setores administrativos do Governo. Para isso, no entanto, será necessário um Estado forte e conduzido em direção ao enfrentamento da crise econômica e social. O Governador ficou de apresentar o pacote de medidas econômicas na semana passada e até agora nada. Estamos atrasados e pagaremos uma conta alta por conta disto”, desabafou Roberto Duarte.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas