Conecte-se agora

PT diz que Mauro Sérgio foi leviano ao mencionar que esquema é do governo passado

Publicado

em

O Partido do Trabalhadores não digeriu bem as declarações do secretário estadual de educação, Mauro Sérgio Cruz, de que os desvios de recursos públicos destinados à aquisição de merenda escolar, alvo de uma operação da Polícia Civil nesta quinta-feira, 9, vêm de gestões anteriores ao governo Gladson Cameli.

Segundo nota divulgada pela direção do PT as ações da Polícia Civil que incluíra além de prisões, buscas e apreensões nos depósitos de merenda escolar da secretaria estadual de Educação, Cultura e Esporte para averiguar possíveis irregularidades que estariam acontecendo agora no tempo presente e não na gestão passada, destacando que não houve prisão e nem cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa de ninguém do governo anterior.

O PT diz também estranhar que o secretário afirme e delimite com certeza e veemência, já que as investigações ocorrem em segredo de justiça.

Por fim, a nota diz que o partido não compactua com corrupção e repudia as ilações do secretário de educação.

Leia a nota na integra:

NOTA DE REPÚDIO

A Direção Estadual do PT/AC vêm a público ressaltar algumas questões sobre as declarações do atual secretário estadual de Educação, Cultura e Esporte, Prof. Mauro Sérgio Ferreira da Cruz, a respeito da Operação Mitocôndrias, desencadeada na data de hoje (07/04) e que resultou no cumprimento de mandados de busca e apreensão; e de prisão de pessoas supostamente envolvidas com corrupção no âmbito da alimentação escolar das escolas públicas estaduais:

1) Em primeiro lugar, gostaríamos de parabenizar a atuação séria da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual, que estão à frente das investigações e identificaram irregularidades na secretaria estadual de Educação, Cultura e Esporte, dirigida pelo Prof. Mauro Sérgio.

2) Cabe destacar que as ações da Polícia Civil incluíram – além de prisões – buscas e apreensões nos depósitos de merenda escolar da secretaria estadual de Educação, Cultura e Esporte para averiguar possíveis irregularidades que estariam acontecendo agora – no tempo presente – e não em épocas pretéritas. Tais ações foram realizadas na data de hoje e se referem a fatos que estão ocorrendo neste governo, na gestão do secretário Mauro Sérgio. Não houve prisão e nem cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa de ninguém do governo anterior.

3) Em terceiro lugar, saliente-se que o processo ainda está em andamento e, conforme salientado pelos representantes da Polícia Civil e do MPE, corre em segredo de justiça. Sendo assim, é de se estranhar que o secretário Mauro Sérgio afirme e delimite, com tanta certeza e veemência, a que tempo ocorreram os fatos sob investigação.

3.1) Nesse sentido, são levianas as ilações feitas pelo senhor secretário, publicadas no sítio oficial de notícias do Governo do Acre e reproduzidas em jornais on-line, de que as investigações se referem a fatos ocorridos em governos passados.

4) Defendemos, veementemente, a Constituição Federal e os seus princípios, dentre os quais, os do devido processo legal, da ampla defesa e da presunção da inocência. Diante disso, gostaríamos de deixar claro que não compactuamos com corrupção e repudiamos as ilações do secretário.

5) Por fim, desejamos sucesso às investigações e que, se forem comprovados os desvios, que os responsáveis sejam penalizados com todo o rigor da lei.

Rio Branco-AC, 9 de abril de 2020.

A Direção Estadual do PT/AC

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas