Conecte-se agora

MP e governo vão endurecer ainda mais na fiscalização de cumprimento do decreto restritivo

Publicado

em

Em reunião de alinhamento de estratégia de combate ao coronavírus entre o governador Gladson Cameli, representantes do Ministério Público e Exército, ficou definida a atuação mais firme das forças de segurança nos mercados municipais e na logística de pagamento de benefícios do governo federal. O objetivo é fazer cumprir o Decreto Governamental de quarentena e fechamento do comércio, que tem validade até o dia 19 de abril.

O promotor Ocimar Júnior, destacou que a estrutura de saúde, com leitos de UTI e de estrutura de retaguarda ainda estão em processo no Hospital do Juruá e no Dermatológico e que é necessário aumentar a fiscalização porque há a possibilidade efetiva de postergar a chegada do Coronavírus no Juruá.

“O movimento é grande nos mercados e será também nas lotéricas e bancos devido o auxílio. Então vamos reforçar as medidas de distanciamento, uso de álcool gel, orientação e atendimento rápidos para evitar aglomeração. O Decreto será cumprido até o dia 19”, avisa o promotor.

Gladson se disse assustado com o movimento na região central de Cruzeiro do Sul e reafirmou que a população deve se manter em casa e o comércio fechado. “Eu também defendo a volta ao trabalho e precisamos de alternativas. As pessoas dizem que têm que pagar contas mas de que adianta ter dinheiro se não tiver vida. Então eu determino e peço que as pessoas fiquem em casa. Eu não aconselho essa autoconfiança com relação ao coronavírus”.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas