Conecte-se agora

Gladson e Flaviano trocam farpas após exonerações de indicados de Vagner Sales no governo

Publicado

em

O MDB demorou dois dias, mas finalmente se posicionou sobre as demissões de cargos comissionados indicados pelo partido em Cruzeiro do Sul. As exonerações e o posicionamento do MDB são mais capítulos de um desgastado casamento que caminha para o divórcio litigioso com Gladson Cameli.

A demissão de cerca de 15 cargos comissionados é uma resposta a aliança fechada entre PSDB e MDB para a disputa da prefeitura de Cruzeiro do Sul. O partido de Gladson, Progressistas, ficou à ver navios.

Na nota, assinada pelo deputado federal Flaviano Melo, o MDB afirma que o governador revidou o seu descontentamento com o partido em pessoas humildes que o ajudaram a se eleger. Diz ainda que foi o principal aliado na vitória de Gladson e tem atuado como parceiro na Aleac apoiando os projetos de interesse do governo, além do esforço da bancada federal em viabilizar recursos para o estado.

A grande parte dos comissionados eram indicações do ex-prefeito Vagner Sales, Na semana passada, o irmão de Vagner, Marcos Sales, foi exonerado do cargo de gerente do Deracre que ocupada em Cruzeiro do Sul. Por isso, a nota do MDB presta solidariedade à Vagner, sua esposa Antônia, deputada estadual e sua filha, a deputada federal Jéssica Sales.

Procurado por ac24horas, o governador comentou que as pessoas vivem de escolhas. “Não tenho o por que me posicionar pois as pessoas vivem de escolhas. Eu escolhi e tô focado na Pandemia coronavírus e em relação as demissões não foi por mérito político e sim readequação da equipe”, justificou.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas