Conecte-se agora

Exame de índio citado por Marilete deu negativo para Covid-19

Publicado

em

Segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai) deu negativo o teste para Covid-19 do indígena Tadeu Mateus Kaxinawa, de Tarauacá. Ele foi citado pela prefeita da cidade, Marilete Vitorino, como fugitivo de uma UPA da capital, o que foi comprovadamente negado pela Funai e Distrito Sanitário Especial Indígena do Vale do Juruá (DSEI).

De acordo com a prefeita “deveria haver uma forma de proibir essa circulação dos índios. A Funai e o DSEI nos dizem que na cidade os índios não são de responsabilidade deles”, declarou a prefeita, em clara demonstração de tentativa de eximir o poder público municipal do tema saúde indígena durante a pandemia.

Funai e DSEI acusaram a gestora de preconceituosa e inconsequente.

Nesta segunda-feira, 6, os Ministérios Públicos Federal e Estadual, reiteraram por meio de Recomendação , a responsabilidade dos órgãos e entes com relação à saúde indígena na pandemia de coronavírus.

O documento do MPF e MPAC recomenda que Estado e Municípios se abstenham de negar atendimento aos indígenas que demandem atenção básica, média ou alta complexidade, em razão de suspeita ou confirmação de contágio pelo novo coronavírus, estejam eles referenciados ou não pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena.

Os gestores do Estado e dos Municípios também foram notificados para que disponibilizem EPI de uso ambulatorial (máscara cirúrgica, capote, luvas e proteção ocular), leitos hospitalares, ventiladores mecânicos (invasivos e não invasivos) e outros recursos materiais e humanos necessários ao atendimento, em quantidade suficiente para atender os povos indígenas, considerando os riscos de contágio exponencial em curto intervalo temporal (curva aguda) entre estes grupos.

Ao Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Purus e Alto Rio Juruá, foi citado que que elaborem e executem o Plano de Contingência Distrital para Infecção Humana pelo novo Coronavírus. O plano deve contemplar a aquisição imediata de testes para o diagnóstico da doença, assim como a necessidade de controle sanitário de entrada nas aldeias, de indígenas e profissionais da saúde, sem prejuízo da compra e distribuição dos referidos itens pela Sesai e pelo Ministério da Saúde.

Foi recomendada também a aquisição imediata de kits de oxigênio e de equipamentos de proteção individual (EPI) para todos os profissionais de saúde envolvidos, além de contrato imediato de transporte que garanta cobertura a todas as aldeias para viabilizar remoções de emergência.

Os procuradores e promotores salientam a necessidade de espaços para garantir o isolamento social dos povos em suas próprias aldeias para os casos de suspeita ou confirmação de contágio. Para os índios que estão nas cidades, para além das Casas de Saúde Indígena, deverá ser providenciada locação ou cessão de espaços adequados para quarentena, nos casos suspeitos ou confirmados.

Os DSEIs também foram advertidos sobre a necessidade de adotar medidas de precaução para que as Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena, ao adentrarem nas aldeias, evitem a transmissão aos indígenas, como quarentena, desinfecção e uso de Equipamento de Proteção Individual.

A recomendação abrange os municípios de Rio Branco, Acrelândia, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Capixaba, Xapuri, Epitaciolândia, Brasileia, Assis Brasil, Bujari, Porto Acre, Sena Madureira, Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus. Já a área da Regional Juruá abrange as cidades de Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá.

Foi assinada pelos procuradores da República Lucas Costa Almeida Dias e Bruno Araújo de Freitas e pelos promotores de Justiça Daisson Gomes Teles, Juleandro Martins de Oliveira, Manuela Canuto de Santana Farhat, Ocimar da Silva Sales Júnior, Iverson Rodrigo Bueno e Pauliane Mezabarba Sanches, que dão prazo de cinco dias corridos para o cumprimento das recomendações. “As providências adotadas devem ser informadas ao MPF e ao MPAC, com a advertência que a omissão na adoção das medidas recomendadas implicará no manejo de todas as medidas administrativas e ações judiciais cabíveis contra os agentes que se omitirem”, avisam os procuradores e promotores.

Anúncios

Na rede

Juruá tem primeiros ataques do ano da pior praga destrutiva em plantios de mandioca

Publicado

em

Foto: Reprodução

Quem planta mandioca ou é produtor de farinha, além de muito ouvir falar, chega até a perder o sono por conta da mandarová, espécie de lagarta que aparenta ser inofensiva. É exatamente no período de aumento das chuvas que ocorre a incidência da mandarová, considerada a pior praga destrutiva dos plantios de mandioca.

O escritório do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal em Cruzeiro do Sul (IDAF) recebeu o primeiro registro do aparecimento da mandarová deste ano. “Ontem (20) fomos procurados por um produtor alertando os primeiros ataques da lagarta. Por isso, estamos emitindo um alerta para que os produtores fiquem atentos, vistoriem suas plantações para descobrir se há a presença da mandarová”, afirma Igor Figueiredo, engenheiro agrônomo do IDAF.

O profissional orienta o que deve fazer o produtor se descobrir a presença da lagarta. “Como está no início do período chuvoso é importante o olhar atento do produtor. Se descobrir, é importante entrar em contato com a gente o quanto antes para que fazermos a prevenção e agir o quanto antes. No ano passado, houve um ataque muito grande e muitos produtores rurais tiveram prejuízo”, afirma Igor.

A lagarta é capaz de destruir em pouco tempo plantações inteiras e causar enormes prejuízos aos produtores rurais. A praga tem ocorrência em quase todo o estado, mas aparece com mais força e com mais preocupação no Juruá, já que a região tem na produção de farinha um dos pilares da economia rural.

Continuar lendo

Na rede

Veja a agenda dos candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Os candidatos a prefeito da segunda maior cidade do Acre seguem em busca de votos para garantir a vitória nas urnas no dia 15 de novembro.

Fagner Sales, do MDB, faz panfletagem, bandeiraço e comício no bairro do Miritizal e reunião na Aldeia dos índios Katukinas, na BR-364.

Zequinha, do PP, terá reunião com empresários e lideranças rurais do Pentecostes e do Ramal Macaxeiral. A agenda inclui ainda almoço com lideranças políticas na zona rural, reunião com presidentes de partidos, caminhada nos bairros e reunião com verdureiros da Variante.

A assessoria do Sargento Adônis do PSL não divulgou a agenda do candidato.

Continuar lendo

Na rede

Em Cruzeiro do Sul, prefeitura e Senar realizam Curso de Produção de Farinha aos produtores

Publicado

em

A prefeitura de Cruzeiro do Sul, através da Secretaria Municipal de Agricultura, em parceria com o Senar, realizou durante a última semana, de 13 a 17 de outubro, o curso de Produção de Farinha de Qualidade e Derivados, voltados para agricultores familiares do Ramal 7.

A capacitação foi ministrada pela Engenheira Agrônoma Aldeni Lima de Menezes. Durante as aulas os agricultores familiares receberam as instruções voltadas para produção e melhoria da qualidade da farinha de mandioca e seus derivados, repassando ainda princípios de higiene nos locais de produção, em todas as etapas do beneficiamento da mandioca, bem como, a utilização de técnicas de melhor aproveitamento das raízes e aumento de produtividade.

“Todas essas instruções visam a fabricação de produtos de qualidade, agregação de valor na comercialização e consequente melhoria na qualidade de vida dos agricultores”, destacou a engenheira agrônoma.

O Secretário Municipal de Agricultura João Nascimento reiterou que o incentivo ao pequeno produtor tem sido uma das marcas registradas da gestão do prefeito Clodoaldo Rodrigues.

“Desde que assumiu, uma das determinações do prefeito Clodoaldo Rodrigues foi esta, a de dar total incentivo e ajuda ao homem do campo. Estamos fazendo muito, aumentamos as ações voltadas para o pequeno agricultor e o incentivo a produção”, destacou o secretário.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Na rede

Usuário de droga é morto com facada no peito em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Marlo da Silva Araújo, de 27 anos, foi morto com uma facada no noite desse domingo, 18, na Estrada do Canela Fina, situada na cidade de Cruzeiro do Sul.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, mas o homem já estava morto e o corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).

A Polícia Militar coletou informações e, segundo a assessoria de comunicação da PM, a família informou que Marlo era usuário de drogas. Ninguém soube dizer nada sobre o autor e a motivação do crime.

Próximo ao local do crime, havia uma festa em um balneário, mas a polícia ainda não sabe afirmar se ele esteve no local. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas