Conecte-se agora

Google registra queda no movimento de praças públicas, comércio e locais de trabalho no Acre

Publicado

em

Muitos acreanos vem escutando um “mantra” de autoridades, dentre elas, o governador Gladson Cameli (Progressistas) e especialistas, como o médico infectologista Thor Dantas, a seguinte frase: “Fiquem em casa!”. A frase virou uma campanha de conscientização para que cidadãos ajudem no combate a proliferação do novo Coronavírus.

As autoridades sanitárias vem questionando se realmente o distanciamento social está sendo feito ou não pela população, em meio à pandemia. Por isso, a Google lançou nesta sexta-feira, 3, o Relatório de Mobilidade Comunitária, que mostra a movimentação das pessoas em diferentes tipos de locais como parques, lojas, locais de trabalho e residências. No Brasil, além de dados centralizados registrou-se números específicos sobre cada um dos 26 Estados, além do Distrito Federal.

No Acre, pelos dados da plataforma, é possível verificar que a movimentação de acreanos em lojas, shopping, restaurantes caiu 68%, na comparação com a média entre 3 de janeiro e 6 de fevereiro. Os dados sempre consideram a média de variação para os diferentes dias da semana.

As quedas se acentuam à medida que governadores tomaram medidas para garantir o isolamento social no Brasil. No dia 19 de março, por exemplo, foi decretada quarentena no estado do Acre, o que levou o Via Verde Shopping, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais a fecharem as portas.

A queda na categoria “parques” e praças públicas ficou na normalidade durante os dias de carnaval, mas ainda assim teve queda de 56% no período analisado.

Já a categoria “supermercados” (que inclui mercados, armazéns de alimentos, agricultores mercados, lojas de alimentos especializados, drogarias, e farmácias”, registrou uma queda de 20%.

Já na categoria de “Mobilidades”, que inclui o transporte público, foi registrado uma queda de 75%. Na categoria locais de trabalho foi registrado uma queda de 22%.

Segundo a análise, a única categoria que registrou alta foram as residências, de 11%.

A empresa alega que adotou medidas para garantir que nenhum indivíduo pudesse ser identificado através dos levantamentos.

Anúncios


Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas