Conecte-se agora

Merenda será substituída por cestas básicas que serão distribuídas aos estudantes

Publicado

em

Com as aulas suspensas por conta da pandemia do coronavírus, não é só o ensino que fica prejudicado. É sabido que muitos estudantes fazem na escola a sua principalmente refeição do dia.

Estima-se que com a paralisação das atividades escolares essas crianças de baixa renda estejam passando por privações de alimentação.

Por isso, o governo doe estado começa a semana publicando no Diário Oficial desta segunda-feira, um decreto que dispõe sobre as medidas necessárias à manutenção da distribuição das merendas escolares aos alunos em situação de vulnerabilidade social, durante o período de suspensão das aulas da rede pública estadual de ensino, em decorrência da situação de calamidade pública causada pela COVID-19.

Para receber a merenda, que será transformada em sacolões os alunos terão que enquadrar nos requisitos previstos para inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A distribuição da merenda vai durar enquanto as aulas estiverem suspensas.

Segundo o decreto assinado pelo governador Gladson Cameli, essas ações serão coordenadas pela Secretaria de Estado de Assistência, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres, com a participação da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes e Coordenadoria Estadual da Defesa Civil.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas