Conecte-se agora

FUNAI e DSEI chamam Marilete Vitorino de inconsequente e preconceituosa

Publicado

em

A declaração da prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino, de que um índio que chegou de fora do Brasil foi encontrado em um hotel da cidade com todos os sintomas do coronavírus e que índios não deviam ter livre circulação, gerou respostas duras da direção da Funai e do Distrito Especial Indígena (DSEI) da região.

Segundo a prefeita, o indígena foi identificado em um hotel da cidade pela Vigilância Epidemiológica. ” O que soubemos é que ele veio de fora do país e já teria fugido da UPA de Rio Branco”.

Vitorino citou que “deveria haver uma forma de proibir essa circulação. A Funai e o DSEI nos dizem que na cidade os índios não são de responsabilidade deles”.

Na Funai de Cruzeiro do Sul, responsável pela região que inclui Tarauacá, o chefe, Marco Antônio Gimenez disse que a declaração da prefeita foi inconsequente. “Esse indígena nunca se evadiu da UPA e a prefeita de Tarauacá foi inconsequente quando afirmou que deveria haver uma forma de impedir a circulação de índio. O índio é igual a qualquer outro cidadão no seu direito. Nós estamos monitorando a situação”, declarou.

Para a chefe do DSEI, Iglê Monte, a prefeita de Tarauacá  foi preconceituosa, o que induz as pessoas da cidade ao mesmo comportamento. Ela destaca que qualquer índio que esteja fora e retorne, deve ficar 14 dias em quarentena até voltar para a aldeia. O indígena que esteve no México passou em Santa Catarina e Rio Branco e já está em Tarauacá há 10 dias nesta quarentena . Neste domingo (29) a noite ele se sentiu mau e buscou o Hospital de Tarauacá, com uma suposta crise de asma.

“O indígena sofre de asma e procurou a UPA em Rio Branco e Tarauacá. Fez o exame e aguarda resultado. Ele estava em isolamento em um hotel até passar os 14 dias e poder voltar para a Aldeia que fica no Jordão. Agora vai aguardar o resultado do exame. Não esperávamos uma atitude tão preconceituosa da prefeita”, finalizou Inglê.

Anúncios

Na rede

Clodoaldo diz que vai entregar prefeitura de Cruzeiro do Sul com dinheiro em caixa e sem dívidas

Publicado

em

Completando dois meses de gestão nesta quarta-feira, 28, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues , disse que vai entregar a prefeitura para o sucessor com dinheiro em caixa, sem dívidas, sem folha de pagamento inchada e com os 511 aprovados no concurso contratados.

Ele explicou que a falta de medicamentos – problema herdado da gestão passada – está sendo sanada com nova aquisição. “Não culpo gestor passado, mas não havia remédios, o que está sendo solucionado e em breve estaremos com todas as unidades de saúde abastecidas e a saúde vai ficar ainda com dinheiro em caixa”.

Com relação à infraestrutura, o gestor municipal destacou que segue o asfaltamento de ruas da cidade e que a prefeitura vai atuar até que haja possibilidade. “Vamos aproveitar até o último dia de sol”, afirmou Clodoaldo.

Continuar lendo

Na rede

Aglomerações sem cuidados sanitários podem estar aumentando internações em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Foto: Pixabay

Cruzeiro do Sul tem 3.614 casos de Covid-19 e nesta semana vem sofrendo aumento do número de internações no Hospital de Campanha por causa do coronavírus. Enquanto isso, a campanha eleitoral para as eleições municipais de novembro segue em ritmo acelerado e sem respeito às regras de prevenção à Covid-19. Atividades políticas, como passeatas, carreatas, reuniões e comícios causam intensas aglomerações e alguns candidatos e apoiadores não usam máscaras durante os eventos. No último sábado, 24, dois candidatos fizeram eventos com a presença de milhares de pessoas na região central e bairros de Cruzeiro do Sul.

As fotografias publicadas nas redes sociais dos candidatos desde o início da campanha provam a negligência com as medidas de segurança com relação ao coronavírus. O candidato Fagner Sales, do MDB, começou a campanha fazendo o uso da máscara, mas ele, os familiares e apoiadores passaram a não utilizar a proteção.

O candidato do PSL, Sargento Adônis, que já foi criticado por esse motivo nas redes sociais, também não usa máscara em encontros e reuniões. Zequinha Lima do PP, já apareceu com e sem máscara nos compromissos políticos em busca de votos.
Aumento de internações

Nessa segunda-feira, 26, havia 8 pessoas internadas no Hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul com Covid-19 e nessa terça o número passou para 14. O diretor da unidade hospitalar, médico Marcos Lima, está preocupado com a possibilidade de uma segunda onda da doença no município. “Houve uma estabilização nos números, mas a doença não parou. As pessoas precisam seguir com os cuidados, como o uso de máscaras, o distanciando e as medidas de higienização das mãos para evitar uma segunda onda de Covid”, alerta.

A secretária municipal de saúde de Cruzeiro do Sul, Janaína Negreiros, também teme um novo pico de coronavírus, alertando que há jovens internados com Covid-19 na cidade. “Já tivemos 64 óbitos por Covid em nosso município. Temos que evitar um novo pico”.

Continuar lendo

Na rede

Candidatos à prefeitura de Cruzeiro do Sul seguem ritmo acelerado de campanha

Publicado

em

Nesta reta final de outubro, os candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul intensificam as atividades políticas em busca de votos. Nesta quarta-feira, 28, o candidato Zequinha, do PP, fará visita à Nova Agência Sicoob, grava o Programa Eleitoral, se reúne com empresários e alinha agendas com a coordenação de campanha.

O progressistas também visita o bairro Nossa Senhora das Graças, fará reunião com equipe saúde, com família de apoiadores no bairro Remanso e terá um encontro com o candidato Aldemar, do PDT, e seus apoiadores.

Fagner Sales, do MDB, fará panfletagem e bandeiraço no bairro Miritizal, fará visita na Missão Família, uma reunião no bairro Santa Terezinha e comício na comunidade Alto Pentecostes.

A assessoria do Sargento Adônis, do PSL, não divulgou a agenda do candidato.

Continuar lendo

Na rede

Quatro homens são presos com três armas de fogo no Juruá

Publicado

em

Por meio da Operação Hórus, as Polícias Militar, Federal, Civil e Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prenderam nessa terça-feira, 27, quatro homens e apreenderam três armas de fogo e munições em Porto Walter e Marechal Thaumaturgo, no Alto Rio Juruá.

O comandante da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, tenente-coronel Evandro Bezerra, ressalta a importância da integração das forças de segurança do Juruá, que resultou em muitas prisões e grandes apreensões de drogas: este ano foram mais de mil quilos incluindo maconha e cocaína.

“A integração entre as forças de segurança, com ações pontuais e coordenadas, tem nos trazido excelentes resultados no combate ao crime no Vale do Juruá”, pontuou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas