Conecte-se agora

Acreano que trabalha no Bayern diz que cenas no Makro não aconteceriam na Alemanha

Publicado

em

Muitos acreanos que vivem fora do país estão em quarentena por causa do coronavírus. A reportagem do ac24horas buscou contato com algumas dessas pessoas que enfrentam as dificuldades em lidar com uma rotina de isolamento fora de seu país de origem.

Em entrevista o acreano Márcio Silva, que mora em Munique, na Alemanha, há oito anos, em conversa ao vivo com o vídeomaker Whidykennedy falou para os internautas do ac24horas sobre o momento que o país europeu enfrenta.

Ele trabalha no Clube Bayern de Munique, e relatou que os alemães não esperavam que o vírus iria se propagar tão rápido na Alemanha. “No mês de Janeiro quando saiu os primeiros casos no país, o governo alemão ficou pensando se seria um caso isolado ou não”, relatou

O acreano conta que o país tem 40 mil casos confirmado do Covid-19. Ele afirmou que o Sistema de Saúde da Alemanha tem um bom corpo técnico e um sistema que funciona. “A baixa mortalidade registrada no país é exatamente por isso: o sistema de saúde tem condições de manter essas pessoas com o melhor atendimento possível”, relatou

Mesmo de longe, ele conta que ficou abismado com a cena de acreanos lotando o Makro nesta quarta-feira, 25, para a compra de cervejas. “Eu fiquei impressionado com o perigo ali. Se um tá infectado, todo mundo fica. Esse tipo de coisa não aconteceria aqui. As pessoas não fariam isso”, disse.

Ele afirmou que teve que cancelar as passagens de férias para o Acre devido o surto. “Desejo que o povo acreano se cuide e que tenha mais cuidado. Espero que não fiquem amontoadas nos supermercados e peço que tenham mais cuidados com os nossos idosos, deixem-os em casa. O coronavírus em uma pessoa de idade vai trazer um problema grave”, encerrou.

Nesta segunda-feira, 30, a Alemanha completa duas semanas de quarentena e muitas mudanças aconteceram no dia-a-dia.

“Eu posso sair pra correr, mas sair com a família não pode, no máximo duas pessoas e eu preciso provar para a polícia que eles são realmente da minha família, por meio de documentos. Eles são muito rígidos aqui. As multas aqui podem chegar até R$ 23 mil euros”, encerrou.

Assista ao vídeo:

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas