Conecte-se agora

Governo volta atrás e afirma que verbas rescisórias da gestão passada não serão suspensas

Publicado

em

Uma das passagens mais conhecidas e lembradas pelo público que conhece o “Auto da Compadecida”, obra do genial Ariano Suassuna, é quando o personagem João Grilo afirma que não aguenta mais “ficar rico, ficar pobre, ficar rico, ficar pobre”, em alusão as consequências das armações ao lado de seu parceiro Chicó.

Ninguém no Acre é mais parecido com João Grilo do que os comissionados ainda da gestão de Sebastião Viana que não receberam suas verbas rescisórias.

Após a porta-voz Mirla Miranda afirmar que por causa da pandemia do coronavírus os pagamentos haviam sido suspensos, o governo voltou a se pronunciar sobre o assunto. Voltando atrás na primeira informação, a gestão de Gladson Cameli afirmou por meio de nota, que mesmo diante do atual cenário, o pagamento das verbas rescisórias não vai parar. Serão pagos quase 900 processos, para quem tem até R$ 6.600 para receber.

Confira a nota enviada pela porta-voz Mirla Miranda:

Devido o Covid-19, a equipe do financeiro e gestão de pessoas da Seplag teve redução de quadro. Assim, o pagamento irá ocorrer gradativamente.

O governo reforça, que mesmo diante o cenário, o pagamento das verbas rescisórias não irá parar.

As verbas rescisórias serão realizadas para aqueles que têm até R$ 6.600,00 para receber, ou seja, quase 900 processos, totalizando 4 milhões de reais, conforme determinou o governador Gladson Cameli.

Anúncios

Destaque 6

Urach rebate críticas ao novo visual: “Na igreja estão os piores demônios”

Publicado

em

Por

Correio Braziliense 

A apresentadora Andressa Urach mudou o visual e adotou um estilo parecido com a época que era miss bumbum. Ela também gravou um vídeo para rebater os crentes que estão mandando mensagens criticando e chamando de pecado a mudança. Uma limpa nas redes sociais também chamou a atenção dos internautas.

Urach se afastou do visual que adotou desde que se converteu como crente. Em uma publicação no Instagram, ela aparece com aplique loiros no cabelo e unhas pintadas de vermelho. Em um vídeo postado na mesma rede social, a apresentadora da Record fez críticas às pessoas religiosas que mandaram mensagens dizendo que a mudança de visual é pecado.

Ele mandou essas pessoas a “cuidarem da própria vida” e disse que mensagens como essa são o motivo pelo qual “muita gente hoje em dia tem pavor de igreja, de crente”. A publicação foi na última quarta-feira (21/10), mas começou a repercutir neste sábado.

“Estou fazendo esse vídeo para convidar os religiosos, os fariseus, os acusadores a pararem de me seguir. Tá bom? Pecado é os maus olhos, é o julgamento, as palavras que saem das bocas das pessoas. É quando você em vez de orarem pela vida das pessoas e coloca um monte de palavras ruins sobre ela”, disse.

“Então, meu querido amigo irmão, sabe por que as pessoas muitas vezes saem da igreja? Porque dentro da igreja está os piores demônios. Aqueles que se dizem crentes, aqueles que se dizem de Jesus, mas são as primeiras as lavarem as pessoas para o fundo do poço. Cuide da sua vida, meu irmão. A Bíblia foi feita para cada um cuidar da sua vida”, prosseguiu.

Urach também rebateu quem disse que fazer bronzeamento é pecado. “Guarde sua fé para ti! Se (para) você colocar uma unha, fazer um mega (hair) é pecado, cuida da sua vida, meu irmãozinho! Não me segue! Vai seguir outro irmãozinho que não faz. Tenha tua fé para ti. A Bíblia fala da maneira que você julga seu irmão será julgado. Então Jesus veio para salvar os pecados, e dos quais eu sou a pior. Então, se você está preocupado com a minha alma, ore por mim”, pediu.

Segundo os internautas, a apresentadora também apagou uma série de fotos nas redes sociais, principalmente a que aparece de cabelo curto. Ela também teria deixado de seguir várias contas. Na manhã deste sábado (24/10), o nome dela é um dos mais comentados no Twitter.

Continuar lendo

Destaque 6

Laudo diz que líder do B13 morreu engasgado com restos alimentares no presídio

Publicado

em

O laudo cadavérico emitido pelo Instituto Médico Legal (IML) nesta semana do detento Maílton Teixeira, mais conhecido como Maicon, que seria uma liderança da organização Bonde dos 13 em Rio Banco, aponta que ele morreu engasgado. Maílton estava em uma das celas do Complexo Penitenciário Francisco de Oliveira Conde quando faleceu, no dia 11 de setembro.

O laudo, assinado pelo Perito Médico Legista, Paulo Jesus César, confirma a versão contada pelos detentos de que Maicon morreu engasgado. No laudo, o profissional médico relata: “foi vítima de asfixia por bronco-aspiração de restos alimentares, resultado do retorno do conteúdo presente no estômago (refluxo gastroesofágico) que levou secreção à árvore respiratória (traqueia, brônquios e bronquíolos), ocasionando tamponamentos dos alvéolos pulmonares (asfixia) que levou a óbito o referido periciado”.

Com o resultado do laudo em mãos, Tales Tranin, afirma que vai encaminhar o caso para a Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial, que vai investigar se houve ou não omissão de socorro. “De posse do laudo, vou encaminhar a promotoria que tem a prerrogativa de investigar a atividade policial e vai dizer se houve omissão de socorro, para que sejam tomadas as medidas cabíveis”.

Familiares do detento chegaram a fazer manifestação em frente à sede do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC), afirmando que a demora no atendimento foi decisivo para que o detento chegasse ao óbito. O promotor da Vara de Execuções Penais e Fiscalização de Presídios, Tales Tranin, recebeu uma carta de detentos que estavam juntos com Maicon, que fizeram o mesmo relato.

Continuar lendo

Destaque 6

Justiça afasta 10 servidores da Aleac sob suspeita de rachadinha em gestões passadas

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Justiça Federal determinou o afastamento de 10 servidores da Assembleia Legislativa do Acre a fim de evitar a continuidade das práticas delitivas, bem como para impedir possível óbice à apuração dos fatos. Os pedidos de afastamentos referidos foram feitos pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal, responsável pela “Operação Res Principis” deflagrada nesta quinta-feira, 22, em Rio Branco, e em Chopinzinho, no interior do Paraná, visando desarticular grupo criminoso que, de forma estruturada, fraudou contratos públicos no âmbito das antigas gestões da Assembleia Legislativa do estado do Acre, anteriores ao do atual presidente da casa, deputado Nicolau Junior.

Ao todo, 25 mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos endereços de pessoas físicas e jurídicas em Rio Branco (AC) e um em Chopinzinho(PR), bem como nas dependências de setores administrativos da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

A operação policial deflagrada deu-se no âmbito de três inquéritos distintos, sendo que um deles apura indícios de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, tendo em vista possível fraude nas informações constantes do Portal da Transparência da ALEAC, pagamentos superiores ao teto a servidores (super salários) e pagamentos a servidores fantasmas.

O segundo inquérito em trâmite apura indícios de crimes de corrupção ativa e passiva, além de suspeita de fraude em licitação, com o consequente recebimento de vantagens indevidas por parte da empresa P. N. AGUIAR E MAIA REPRESENTAÇÕES.

Um terceiro inquérito apura ainda a possível ocorrência de peculato e lavagem de dinheiro, tendo em vista possível desvio de recursos da Aleac por meio de contrato com a empresa MAIA & PIMENTEL, que estaria devolvendo parte dos pagamentos a servidores públicos.

As possíveis denúncias contra os investigados serão apresentadas após se esgotarem as investigações e análises das provas encontradas, sem excluir-se a possibilidade de novas diligências para a instrução dos casos, informou o MPF/AC.

A operação é fruto de meses de investigação, que teve início quando membros de uma esquema criminoso, que agiam fraudando licitações de publicidade da casa legislativa no estado do Acre, buscaram aliciar servidores públicos para que impedissem a atuação dos órgãos fiscalizadores. Com o aprofundar das investigações, verificou-se que tais membros da organização criminosa também praticavam diversos outros crimes dentro da Assembleia Legislativa, como “rachadinhas”, contratação de “funcionários fantasmas, concessões indevidas de passagens aéreas, entre vários outros.

Continuar lendo

Destaque 6

Governo alinha com empresários retomada econômica no Acre

Publicado

em

Passado o momento de pico da pandemia do novo coronavírus no Estado, o governador Gladson Cameli tem buscado agora meios que favoreçam a retomada estabilidade econômica após a crise sanitária que atingiu drasticamente o comércio. Nessa quarta-feira, 21, ele se reuniu com o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Acre (Fecomércio), Leandro Domingos, e o superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Acre (Sebrae-AC), Marcos Lameira, para trocar de ideias sobre a retomada econômica do Acre.

Para Cameli, o Acre vive um momento de superação e reconheceu as instituições que realizaram diversas ações sociais, além do apoio ao empresariado local, no auge da pandemia. “O nosso desafio é a geração de emprego e renda. E contar com o apoio dessas instituições é fundamental nesse momento. Principalmente por estarem lado a lado com o governo, em ações conjuntas, visando o benefício da nossa população”, afirma.

Leandro Domingos reforçou que o Estado vive um momento em que o comércio necessita de uma atenção especial para se recuperar do longo período de baixa causada pela pandemia. “Nossas instituições foram parceiras do governo, inclusive com ações sociais nesse período junto aos mais humildes, aqueles que mais precisavam no momento. Porque o objetivo do Estado é o nosso objetivo, o crescimento da população. E agora precisamos discutir ideias para a retomada desse que é um dos principais setores econômicos do Acre”, disse o presidente da Fecomércio.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas