Conecte-se agora

‘Não vai haver fechamento de aeroportos’, diz ministro da Infraestrutura

Publicado

em

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse nesta sexta-feira (20) que o fechamento de aeroportos não fará parte da estratégia do governo para enfrentar a crise gerada pela pandemia do coronavírus.

Freitas fez a declaração em entrevista à GloboNews. De acordo com ele, a manutenção do transporte aéreo será essencial para o abastecimento de produtos no país, desde alimentos até equipamentos médicos que serão usados no socorro a doentes.

Na quinta, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, determinou a suspensão de voos nacionais para o estado vindos de locais onde foram registrados casos de coronavírus, além de todos os voos internacionais. A medida, segundo ele, valeria a partir de sábado (21).

De acordo com Freitas, porém, a medida anunciada por Witzel não tem validade, já que um eventual fechamento de aeroportos só poderia ser decretado pela União.

“Não vai haver fechamento de aeroportos”, disse Freitas. “Realmente a competência é nossa. O serviço é essencial. Existem efeitos colaterais do fechamento desses equipamentos como nós já colocamos”, completou.

“O próprio governador [Witzel] sabe que o decreto dele padece de legalidade. Tanto é que ele criou uma saída. Olha: ‘isso depende do aval da agência federal’. De certa forma, para jogar a responsabilidade na União”, afirmou o ministro da Infraestrutura.

Freitas disse que o governo federal foi consultado e se posicionou contra o fechamento dos aeroportos planejado pelo governo do Rio, mas que a medida foi tomada mesmo assim.

Ele disse, entretanto, que o controle da circulação de pessoas nos aeroportos, e também nas rodovias, vai aumentar. Uma das medidas será o monitoramento do estado de saúde dos caminhoneiros, para identificar motoristas infectados pelo vírus.

Conselho Nacional de Transporte

O ministro informou ainda que será publicado decreto criando o Conselho Nacional de Transporte, que vai reunir o governo federal e representante dos estados, justamente para discutir as medidas relacionadas ao setor durante a crise da epidemia do coronavírus.

Freitas disse que o ministério identificou 48 medidas adotadas nos últimos dias de maneira unilateral por estados e municípios, que atingem o setor de transporte, e que, na visão do governo, podem prejudicar as ações de combate à epidemia ao invés de ajudar.

Ele citou como exemplo determinações para fechamento de comércio e restaurantes. Segundo o ministro, ao menos uma parte deles, como mecânicos, borracheiros e restaurantes em rodovias, precisam continuar funcionando para permitir que os caminhoneiros mantenham as entregas.

O novo conselho, apontou, terá justamente a função de disciplinar as ações no setor de logística e transportes para garantir em especial o abastecimento de alimentos e a chegada de produtos e equipamentos médicos em todo o país.

Transporte rodoviário e portos

Freitas disse que serão anunciadas medidas para o setor portuário e também para garantir mais segurança e controle no transporte interestadual de passageiros feito por ônibus.

No primeiro caso, o governo pretende determinar o afastamento de trabalhadores portuários idosos, que compõem grupo de risco para o contágio pelo coronavírus.

A ideia, disse o ministro, é garantir a esses trabalhadores uma renda mínima durante o período em que estiverem afastados, que será bancada pelos operadores portuários. Depois, esses operadores seriam compensados com a prorrogação dos seus contratos de concessão.

Em relação ao transporte interestadual de passageiros, Freitas disse que está sendo estudado um decreto com novas orientações às empresas, que vão tratar da redução da frequência das viagens, da limpeza dos ônibus e da distância que terá que ser mantida entre os passageiros, por exemplo.

Anúncios

Acre

Acre contabiliza 87 novos casos e mais 1 óbito por Covid-19

Publicado

em

O Acre registrou 87 novos casos de contaminação pelo coronavírus no estado, neste domingo, 25. Assim, o número de infectados subiu de 30.217 para 30.304 nas últimas 24 horas.

Segundo a secretaria de Estado de Saúde do Acre, mais 1 óbito foi registrado neste domingo, sendo do sexo masculino, cujas iniciais são J. L. S., de 90 anos. Ele deu entrada no dia 9 de outubro, no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul e veio a óbito neste sábado, 24, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 687 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 80.262 notificações de contaminação pela doença, sendo que 49.938 casos foram descartados, enquanto 20 amostras de RT-PCR estão em análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 27.861 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 61 seguem hospitalizadas.

Continuar lendo

Acre

Candidato mostra buracos deixados em asfalto pela prefeitura

Publicado

em

O candidato à prefeitura de Rio Branco pelo Avante, o empresário Jarbas Soster, publicou um vídeo neste domingo, 25, mostrando a situação da rua Angico, localizada no bairro Chico Mendes, na capital acreana.

Segundo ele, dezenas de moradores reclamam diariamente por conta da condição da rua. Nas imagens, são mostrados vários buracos no asfalto, alguns com até 15 centímetros de profundidade, que ainda não receberam o restante dos serviços feitos pela equipe da prefeitura.

“Cavaram e faz semanas que não vem colocar o asfalto. As pessoas fazem manobras com risco muito alto de acidentes”, diz Soster no vídeo. “É assim que a prefeitura trabalha na periferia de Rio Branco”, completa.

O candidato afirma que o serviço foi largado no meio do caminho. “As pessoas aqui não tem apoio, assistência. Aqui o asfalto para chegar é a maior dificuldade do mundo”.

Soster alerta que a situação da rua oferece um perigo iminente de acidentes. “Vamos sair do centro da cidade, prefeitura, vamos para a periferia”, pede.

Veja o vídeo:

 

Continuar lendo

Acre

Casal morre ao colidir moto contra árvore em perseguição policial

Publicado

em

Um casal de acreanos morreu na madrugada deste domingo, 25, durante uma perseguição policial na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Samuel Assis Lima de Miranda, 26, e Beatriz Aguiar trafegavam em uma motocicleta modelo Fan 160 quando uma guarnição policial flagrou o casal na contramão da Avenida Jorge Teixeira e deu ordem de parada.

Segundo a polícia, o condutor Samuel não atendeu e seguiu em alta velocidade. A jovem ainda teria gritado para o homem parar, mas ele não atendeu.

A PM fez acompanhamento e uma perseguição foi iniciada. A polícia informou que Samuel entrou na Avenida Tiradentes, ainda em alta velocidade e nas proximidades da Avenida Rio Madeira acabou colidindo a moto em uma árvore. Ambos morreram no local.

A região em que as vítimas colidiram foi isolada e recebeu a presença da perícia criminal. Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML).

Continuar lendo

Acre

Belo Jardim I recebe melhoria em infraestrutura e saneamento

Publicado

em

As enxurradas de comentários nos vídeos da série de reportagens que o ac24horas vem mostrando a situação nos bairros de Rio Branco. Revela ainda o interesse que a população da capital tem quando o assunto é investimento público.

O videomaker do ac24horas, Kennedy Santos, já visitou quase dez bairros nos últimos finais de semana, e tem destacado principalmente as necessidades que as regiões mais afastadas do centro estão tendo. Falta de água tratada, esgoto sanitário e recuperação de ruas é pauta base por onde chega o ac24horas.

Desta vez, o ac24horas foi até o bairro Belo Jardim I, onde a prefeitura está trabalhando e mudando a realidade precária de anos atrás.

Assista ao vídeo:

video

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas