Conecte-se agora

Governo cria comissão especial para tentar evitar que “passem a mão” na merenda escolar

Publicado

em

Por mais repulsivo que seja, há quem consiga roubar merenda escolar, destinada a alimentar nossas crianças. Muitas, por conta da triste realidade que vivem em suas casas, tem como principal refeição de todo o dia o que é servido na escola.

Tanto que o Governo do Acre investiga desvios na merenda escolar que pode chegar a impressionantes R$ 37 milhões de reais. A investigação está na reta final e pode resultar em prisões de envolvidos.

Só que Gladson Cameli quer muda a lógica. No lugar de investigar, a intenção do governo é dificultar a vida de quem gosta de surrupiar o que é público, inclusive a comida dos estudantes.

Para isso, o Diário Oficial desta quinta-feira, 19, tem publicado a criação da Comissão Especial, criada dentro da Controladoria Geral do Estado (CGE).

Uma das atribuições da Comissão será instalar câmeras de vigilância em tempo real nos armazéns onde ficam estocados a merenda escolar. É mais um exemplo do quanto é onerosa a corrupção aos cofres públicos. Além de repor o que é roubado, ainda se gasta dinheiro do contribuinte com monitoramento.

A Comissão Especial, que vai ser presidida pelo Controlador Geral do Estado. Luis Almir Brandão Francisco Soares, e conta com outros quatro membros, ainda tem como competência analisar o fluxo dos processos de aquisição de todos os itens que compõe a merenda escolar, acompanhar, no âmbito dos processos tratados neste Decreto, o estágio das despesas com o empenho, recebimento de insumos, liquidação e até a fase final do pagamento.

 

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas